DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 03/07/2019

Ano jubilar tem festa em Santuário

Religiosos e leigos Cavanis celebram em Aparecida

 
Mais de 30 mil pessoas, entre religiosos, leigos e funcionários foram à Aparecida Mais de 30 mil pessoas, entre religiosos, leigos e funcionários foram à Aparecida | Crédito: Pascom Paróquia São Judas Tadeu, Castro

       “Sem Maria, nada fazemos. Sem Maria, nada começaremos. E com Maria, viveremos as surpresas de festa em festa”. Foi com esta frase, estampada também nas camisetas dos romeiros de Castro, é que neste final de semana, centenas de leigos e religiosos Cavanis de várias partes do Brasil, Itália e da região andina - Equador, Colômbia e Bolívia - se concentraram no Santuário Nacional de Aparecida para celebrar a passagem de 50 anos de presença da congregação, em terras brasileiras.

      A programação teve início no sábado (29), com uma via sacra, no Morro do Cruzeiro. À noite, Santa Missa no Santuário. Na manhã de domingo (30), as 8 horas,  uma missa especial concelebrada por sacerdotes Cavanis e presidida por Dom Orlando Brandes, arcebispo de Aparecida. Em sua homília, dom Orlando destacou o feito histórico e o carisma da congregação fundada pelos Irmãos Antonio e Marcos Cavanis, que tem como premissa, o zelo para com as crianças e a juventude. Esta celebração solene, estava marcada inicialmente para acontecer em 5 de maio, data da fundação da congregação, mas teve que ser adiada uma vez que ocorria, no Santuário de Aparecida, a assembléia geral dos bispos do Brasil.

      Tão logo terminou a missa festiva, transmitida pela TV Aparecida, sacerdotes e leigos Cavanis se reuniram no Salão de Eventos Padre Noé Sotilho, no andar térreo do Santuário. Ali, ao som da orquestra de flautas do Projeto Trilhando a Música da Casa da Criança Padre Lívio Donatti, de Ortigueira, foi feito o lançamento de dois livros relativos a comemoração do cinquentenário. Um desses livros, que teve a participação da professora castrense  Maria Antonieta Gonzaga Teixeira, foi apresentado ao público pelo padre José Carlos da Silva Leite, que já trabalhou como pároco na matriz da Paróquia São Judas Tadeu, de Castro. No mesmo ato, padre Edmar de Souza, superior provincial dos Cavanis no Brasil, foi agraciado com uma placa comemorativa, entregue por religiosos da congregação, que hoje atuam na região andina.


Ano Jubilar

      Atualmente, a congregação mantém paróquias e obras em 12 cidades, que incluem Castro, Ponta Grossa e Ortigueira, no Paraná e em cinco estados, além de outros continentes. Padre Edmar de Souza, superior provincial dos Cavanis no Brasil, destacou a importância do evento. “Hoje, estamos aqui muitos felizes com nossos seminaristas, religiosos, leigos e funcionários Cavanis, fazendo o lançamento desses dois livros e comemorando esta data que é muito especial para nós, Cavanis”, destacou. Padre Edmar fez questão de lembrar que as comemorações do cinquentenário seguem até o dia 28 de dezembro. “Em todas nossas comunidades e paróquias vamos celebrar. Continua a passagem do relicário e do tríptico, neste ano jubilar”, acrescentou.


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
|





Publicado em: 03/07/2019

Ano jubilar tem festa em Santuário

Religiosos e leigos Cavanis celebram em Aparecida

 

       “Sem Maria, nada fazemos. Sem Maria, nada começaremos. E com Maria, viveremos as surpresas de festa em festa”. Foi com esta frase, estampada também nas camisetas dos romeiros de Castro, é que neste final de semana, centenas de leigos e religiosos Cavanis de várias partes do Brasil, Itália e da região andina - Equador, Colômbia e Bolívia - se concentraram no Santuário Nacional de Aparecida para celebrar a passagem de 50 anos de presença da congregação, em terras brasileiras.

      A programação teve início no sábado (29), com uma via sacra, no Morro do Cruzeiro. À noite, Santa Missa no Santuário. Na manhã de domingo (30), as 8 horas,  uma missa especial concelebrada por sacerdotes Cavanis e presidida por Dom Orlando Brandes, arcebispo de Aparecida. Em sua homília, dom Orlando destacou o feito histórico e o carisma da congregação fundada pelos Irmãos Antonio e Marcos Cavanis, que tem como premissa, o zelo para com as crianças e a juventude. Esta celebração solene, estava marcada inicialmente para acontecer em 5 de maio, data da fundação da congregação, mas teve que ser adiada uma vez que ocorria, no Santuário de Aparecida, a assembléia geral dos bispos do Brasil.

      Tão logo terminou a missa festiva, transmitida pela TV Aparecida, sacerdotes e leigos Cavanis se reuniram no Salão de Eventos Padre Noé Sotilho, no andar térreo do Santuário. Ali, ao som da orquestra de flautas do Projeto Trilhando a Música da Casa da Criança Padre Lívio Donatti, de Ortigueira, foi feito o lançamento de dois livros relativos a comemoração do cinquentenário. Um desses livros, que teve a participação da professora castrense  Maria Antonieta Gonzaga Teixeira, foi apresentado ao público pelo padre José Carlos da Silva Leite, que já trabalhou como pároco na matriz da Paróquia São Judas Tadeu, de Castro. No mesmo ato, padre Edmar de Souza, superior provincial dos Cavanis no Brasil, foi agraciado com uma placa comemorativa, entregue por religiosos da congregação, que hoje atuam na região andina.


Ano Jubilar

      Atualmente, a congregação mantém paróquias e obras em 12 cidades, que incluem Castro, Ponta Grossa e Ortigueira, no Paraná e em cinco estados, além de outros continentes. Padre Edmar de Souza, superior provincial dos Cavanis no Brasil, destacou a importância do evento. “Hoje, estamos aqui muitos felizes com nossos seminaristas, religiosos, leigos e funcionários Cavanis, fazendo o lançamento desses dois livros e comemorando esta data que é muito especial para nós, Cavanis”, destacou. Padre Edmar fez questão de lembrar que as comemorações do cinquentenário seguem até o dia 28 de dezembro. “Em todas nossas comunidades e paróquias vamos celebrar. Continua a passagem do relicário e do tríptico, neste ano jubilar”, acrescentou.


Diocede Ponta Grossa
Mais de 30 mil pessoas, entre religiosos, leigos e funcionários foram à Aparecida   |   Pascom Paróquia São Judas Tadeu, Castro

Diocede Ponta Grossa
A missa foi concelebrada por sacerdotes Cavanis e presidida por dom Orlando Brandes   |   Pascom Paróquia São Judas Tadeu, Castro

Diocede Ponta Grossa
O som ficou por conta da orquestra de flautas do Projeto Trilhando a Música da Casa da Criança Padre Lívio Donatti, de Ortigueira   |   Pascom Paróquia São Judas Tadeu, Castro

Diocede Ponta Grossa
Um dos dois livros lançados foi apresentado ao público pelo padre José Carlos da Silva Leite   |   Pascom Paróquia São Judas Tadeu, Castro

Diocede Ponta Grossa
Congregação Cavanis festeja 50 anos de Brasil   |   Pascom Paróquia São Judas Tadeu, Castro


Navegue até a sua Paróquia