DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 02/12/2019

Dom Sergio completa 71 anos nesta terça

Bispo é conhecido por sua jovialidade e alegria

 
Dom Sergio ao lado de Dom Murilo, arcebispo de Salvador, em celebração na Catedral de Sant’Ana fevereiro deste ano Dom Sergio ao lado de Dom Murilo, arcebispo de Salvador, em celebração na Catedral de Sant’Ana fevereiro deste ano | Crédito: Arquivo AssCom Diocese de Ponta Grossa

      Nesta terça-feira (3), o bispo dom Sergio Arthur Braschi completa 71 anos. À frente da Diocese de Ponta Grossa há 16 anos, dom Sergio é conhecido por seu bom humor, sua alegria e jovialidade. Sempre presente, o bispo faz questão de acompanhar as ações diocesanas, nas suas mais variadas vertentes. Só celebrações de crisma dom Sergio realiza mais 70 de todos os anos. Ele viaja pelas 16 cidades da diocese e percorre todas as paróquias de Ponta Grossa para ele mesmo conferir este importante sacramento. Bispo referencial para as missões e também para os Institutos Seculares Seculares no Paraná, dom Sergio integra o Conselho Episcopal de Pastoral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, compondo o Conselho Episcopal para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial por 12 anos e o presidindo por outros quatro.

      Nascido em Curitiba em 3 de dezembro de 1948, dom Sergio partiu em setembro de 1969 para Roma cursar Teologia na Pontifícia Universidade Gregoriana. Foi ordenado sacerdote a 8 de julho de 1973 por dom Pedro Fedalto. Professor, diretor espiritual e reitor de seminário, presidiu, por alguns anos, a Organização dos Seminários no Paraná. É mestre em Teologia Dogmática, com tese na área eclesiológica, pela Pontifícia Universidade Gregoriana. Em 1998, foi nomeado bispo auxiliar de Curitiba, e, no dia 16 de julho de 2003, bispo diocesano de Ponta Grossa, tomando posse no dia 5 de setembro de 2003.

     Dom Murilo Ramos Kruger, arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, faz questão de cumprimentar o bispo. “A dom Sergio, que agora acompanha as ovelhinhas que estiveram sob meus cuidados de 1991 a 1997, vehho lhe dar meu abraço de parabéns, votos de felicidade e que o Senhor renove seu coração e entusiasmo, que sempre teve e que continua tendo. Que lhe dê muita saúde para que possa cuidar desse povo, que está sempre dentro do meu coração. Uno-me a toda a diocese, que considero mnha também, e invoco a proteção da Mãe da Divina Graça sobre você e as pessoas que lhe são queridas, especialmente, as ovelhinhas que estão sob seus cuidados”  

       O povo de Ponta Grossa também saúda dom Sergio, na pessoa da vice-prefeita Elizabeth Schmidt. “Saúde, paz e bem. Ponta Grossa agradece a bênção de tê-lo por quase duas décadas em nossa cidade. A sua generosidade é marcante para todos nós. O senhor tem uma capacidade de integração e união entre os cristãos, e, a sua presença em todas as atividades civis da sociedade nos enriquece de dádivas. Em nome de toda a populaçao ponta-grossense lhe mando um grande abraço, muito apertado e com carinho”, deseja a vice-prefeita.      

       Maria Iolanda de Oliveira, assistente social e professora no Curso de Serviço Social da UEPG e coordenadora do Núcleo de Assistência Social, Jurídica e de Estudos sobre a Pessoa Idosa, integrante da Comissão Especial Diocesana da Campanha da Fraternidade, elogia a disposição de dom Sergio.”Uma pessoa sensível às situações sociais de nossa diocese, carismático e sábio. Está sempre presente nos diferentes espaços de discussão se dispondo a aprender e ensinar, e, conduz com firmeza e serenidade a posição da igreja frente as questões da diocese e aos desafios da sociedade atual. Desejo muita saúde e paz. Que o Senho Deus ilumine seu caminho hoje e sempre!”

       “A Comunidade Bom Pastor participa da alegria da Diocese de Ponta Grossa pela passagem do aniversário do dom Sergio Braschi. Nos alegramos, também,  pela parceria ecumênica empreendida ao longo dos anos e rogamos ao Nosso Senhor que conceda ao dom Sergio  sabedoria,  discernimento e saúde para continuar conduzindo o seu rebanho”, destaca o pastor Diego Biehl.

       Da Congregação Servas Missionárias do Espírito Santo vem a lembrança do caráter evangelizador do bispo.  “Com muita alegria e gratidão que elevo minhas preces ao Deus Unitrino pelo dom de sua vida, pelos seu serviço missionário. Admiro muito esse seu dinamismo, esse coração que não tem fronteiras. Que o Deus da vida continue o abençoando, dando muita saúde, muita paz e muita sabedoria para continuar conduzindo o rebanho de Jesus Cristo. Que o seu ardor missionário possa continuar fervoroso, animando todos os diocesanos”, destaca irmã Maria de Lourdes Pinto.

       O vigário geral da Diocese de Ponta Grossa, padre Jaime Rossa, ressalta que dom Sergio uma pessoa muito querida. “A sua vida tem sido de total disponibilidade em favor da Igreja. Pessoa de inúmeras qualidades, faz tudo com muita disposição e amor. No dia de hoje queremos manifestar a nossa alegria por mais um ano de vida. Imploramos às mais copiosas bênçãos de Deus sobre ele. Para nós, Diocese de Ponta Grossa, e para a Igreja, dom Sergio é muito importante. Ele é modelo de simplicidade, amor e doação. Por isso, elevamos a nossa oração a Deus por ele. Que nunca lhe falte saúde, energia e força no exercício do seu ministério”, roga padre Jaime.


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Bispo abençoa presépio dos Arautos   |   Festa faz resgate histórico   |   Diocese envia missionários à Amazônia   |   “Viver a vocação como uma constante missão”   |  





Publicado em: 02/12/2019

Dom Sergio completa 71 anos nesta terça

Bispo é conhecido por sua jovialidade e alegria

 

      Nesta terça-feira (3), o bispo dom Sergio Arthur Braschi completa 71 anos. À frente da Diocese de Ponta Grossa há 16 anos, dom Sergio é conhecido por seu bom humor, sua alegria e jovialidade. Sempre presente, o bispo faz questão de acompanhar as ações diocesanas, nas suas mais variadas vertentes. Só celebrações de crisma dom Sergio realiza mais 70 de todos os anos. Ele viaja pelas 16 cidades da diocese e percorre todas as paróquias de Ponta Grossa para ele mesmo conferir este importante sacramento. Bispo referencial para as missões e também para os Institutos Seculares Seculares no Paraná, dom Sergio integra o Conselho Episcopal de Pastoral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, compondo o Conselho Episcopal para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial por 12 anos e o presidindo por outros quatro.

      Nascido em Curitiba em 3 de dezembro de 1948, dom Sergio partiu em setembro de 1969 para Roma cursar Teologia na Pontifícia Universidade Gregoriana. Foi ordenado sacerdote a 8 de julho de 1973 por dom Pedro Fedalto. Professor, diretor espiritual e reitor de seminário, presidiu, por alguns anos, a Organização dos Seminários no Paraná. É mestre em Teologia Dogmática, com tese na área eclesiológica, pela Pontifícia Universidade Gregoriana. Em 1998, foi nomeado bispo auxiliar de Curitiba, e, no dia 16 de julho de 2003, bispo diocesano de Ponta Grossa, tomando posse no dia 5 de setembro de 2003.

     Dom Murilo Ramos Kruger, arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, faz questão de cumprimentar o bispo. “A dom Sergio, que agora acompanha as ovelhinhas que estiveram sob meus cuidados de 1991 a 1997, vehho lhe dar meu abraço de parabéns, votos de felicidade e que o Senhor renove seu coração e entusiasmo, que sempre teve e que continua tendo. Que lhe dê muita saúde para que possa cuidar desse povo, que está sempre dentro do meu coração. Uno-me a toda a diocese, que considero mnha também, e invoco a proteção da Mãe da Divina Graça sobre você e as pessoas que lhe são queridas, especialmente, as ovelhinhas que estão sob seus cuidados”  

       O povo de Ponta Grossa também saúda dom Sergio, na pessoa da vice-prefeita Elizabeth Schmidt. “Saúde, paz e bem. Ponta Grossa agradece a bênção de tê-lo por quase duas décadas em nossa cidade. A sua generosidade é marcante para todos nós. O senhor tem uma capacidade de integração e união entre os cristãos, e, a sua presença em todas as atividades civis da sociedade nos enriquece de dádivas. Em nome de toda a populaçao ponta-grossense lhe mando um grande abraço, muito apertado e com carinho”, deseja a vice-prefeita.      

       Maria Iolanda de Oliveira, assistente social e professora no Curso de Serviço Social da UEPG e coordenadora do Núcleo de Assistência Social, Jurídica e de Estudos sobre a Pessoa Idosa, integrante da Comissão Especial Diocesana da Campanha da Fraternidade, elogia a disposição de dom Sergio.”Uma pessoa sensível às situações sociais de nossa diocese, carismático e sábio. Está sempre presente nos diferentes espaços de discussão se dispondo a aprender e ensinar, e, conduz com firmeza e serenidade a posição da igreja frente as questões da diocese e aos desafios da sociedade atual. Desejo muita saúde e paz. Que o Senho Deus ilumine seu caminho hoje e sempre!”

       “A Comunidade Bom Pastor participa da alegria da Diocese de Ponta Grossa pela passagem do aniversário do dom Sergio Braschi. Nos alegramos, também,  pela parceria ecumênica empreendida ao longo dos anos e rogamos ao Nosso Senhor que conceda ao dom Sergio  sabedoria,  discernimento e saúde para continuar conduzindo o seu rebanho”, destaca o pastor Diego Biehl.

       Da Congregação Servas Missionárias do Espírito Santo vem a lembrança do caráter evangelizador do bispo.  “Com muita alegria e gratidão que elevo minhas preces ao Deus Unitrino pelo dom de sua vida, pelos seu serviço missionário. Admiro muito esse seu dinamismo, esse coração que não tem fronteiras. Que o Deus da vida continue o abençoando, dando muita saúde, muita paz e muita sabedoria para continuar conduzindo o rebanho de Jesus Cristo. Que o seu ardor missionário possa continuar fervoroso, animando todos os diocesanos”, destaca irmã Maria de Lourdes Pinto.

       O vigário geral da Diocese de Ponta Grossa, padre Jaime Rossa, ressalta que dom Sergio uma pessoa muito querida. “A sua vida tem sido de total disponibilidade em favor da Igreja. Pessoa de inúmeras qualidades, faz tudo com muita disposição e amor. No dia de hoje queremos manifestar a nossa alegria por mais um ano de vida. Imploramos às mais copiosas bênçãos de Deus sobre ele. Para nós, Diocese de Ponta Grossa, e para a Igreja, dom Sergio é muito importante. Ele é modelo de simplicidade, amor e doação. Por isso, elevamos a nossa oração a Deus por ele. Que nunca lhe falte saúde, energia e força no exercício do seu ministério”, roga padre Jaime.


Diocede Ponta Grossa
Dom Sergio ao lado de Dom Murilo, arcebispo de Salvador, em celebração na Catedral de Sant’Ana fevereiro deste ano   |   Arquivo AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Ainda seminarista, dom Sergio passava as férias de verão em trabalho braçal na Alemanha, onde atuou também como servente-de-pedreiro   |   ARQUIVO PESSOAL

Diocede Ponta Grossa
A alegria pela música é conhecida desde os tempos do Colégio Pio-Brasileiro   |   Arquivo AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Bispo comunicador: por seis anos foi o celebrante oficial da missa dominical pela televisão   |   Arquivo AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Sempre bem disposto Dom Sergio participa de muitas atividades em que é convidado, registro da descida de tirolesa no ComVocação 2019   |   Arquivo AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
O bispo tem uma réplica do barco Regnum Tuum usado para fazer as desobrigas na Prelazia de Lábrea, em 2018 Dom Sergio realizou atividade missionária no Amazonas   |   Arquivo AssCom Diocese de Ponta Grossa


Navegue até a sua Paróquia