DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 08/05/2020

Videoconferência aborda vocação sacerdotal

Encontros ajudam no discernimento de jovens

 
Neste final de semana ocorre novos encontros vocacionais através de videoconferência aberto a todos os jovens Neste final de semana ocorre novos encontros vocacionais através de videoconferência aberto a todos os jovens | Crédito: AssCom Diocese de PG

      Em tempos de pandemia, até mesmo os encontros para falar de vocação sacerdotal estão sendo feitos de maneira remota. A estratégia foi adotada pelo padre Kleber Pacheco, coordenador diocesano da Pastoral Vocacional, que viu na videoconferência uma forma de não deixar apagar a chama da vocação, um jeito de se aproximar dos jovens que se sentem chamados por Deus e de ajuda-los a discernir. O primeiro encontro on line aconteceu na noite do dia 4 e outros dois estão marcados para estes dias 9 e 10 de maio.

      “A Pastoral Vocacional tem por missão ajudar os meninos que se sentem chamados por Deus para ser padre a discernir esse chamado. Normalmente, o encontro é feito no seminário, com toda uma programação, mas, com a pandemia e não ser possível nos reunir, eu rezei, pensei o que poderia fazer para não deixar apagar a chama. Observando que tantas pessoas estão fazendo encontros on line, surgiu a ideia de fazer encontros vocacionais via internet. Foi bem bacana; os meninos acolheram bem. Agora, devido ao sucesso que foi, teremos outros dois encontros”, contou padre Kleber, citando que dos quatro vocacionados, três participaram da primeira videoconferência.

      De acordo como o coordenador da Pastoral Vocacional, as videoconferências vão substituir os encontros presenciais, enquanto vigorar o distanciamento social. “Nada substitui a presença, mas o isolamento é algo necessário. Os profissionais da saúde – quem são os que devemos ouvir neste momento - dizem que ficar em casa é preciso.  Por conta disto, resolvemos fazer desta forma e é o que vai nos ajudar”, justifica. O encontro do dia 9 será às 19 horas, com o tema ‘Vocação, um chamado precioso, uma resposta de amor’, conduzido pelo padre Marcelo do Carmo, reitor do Seminário Propedêutico. No domingo (10), a videoconferência inicia às 10 horas, falando sobre ‘Vocação, escutar a Palavra e atender ao chamado’. Quem deve ajudar será o padre Wilson Morais, que reside no Seminário Maior São João Maria Vianey, em Ponta Grossa. Também haverá um encontro com os seminaristas, que vão partilhar sobre a vida e cantarão algumas canções.

      Os jovens que se interessarem em participar das videoconferências, neste final de semana, podem ligar no (42)9 88525252. É preciso residir na Diocese de Ponta Grossa e já ter terminado o Ensino Médio ou estar no terceiro ano. “É bom que se diga que os encontros, por enquanto, são exclusivamente para os vocacionados. Os pais poderão participar, possivelmente, em algum dos encontros; poderemos ter essa dinâmica. Também, futuramente, teremos encontros para o Seminário Menor Mãe de Deus, de Irati. Estamos pensando um modo de fazer isso com o reitor padre Hélio (Guimarães)”, adianta padre Kleber.

      Para Carlos Eduardo Machado Gonçalves, de 23 anos, que participa da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, de Ponta Grossa, o encontro foi diferente. “Estava esperando há algum tempo, mas tenho ciência da necessidade de ter sido desta forma. Foi novo e interessante porque tive contato com os outros meninos, que não conhecia. Foi uma experiência boa para poder estar iniciando essa caminhada vocacional mais concreta”, afirma. Já Isak de Moura, que tem 17 anos e é da Paróquia Menino Jesus, de Reserva, avalia a iniciativa como boa e ruim ao mesmo tempo. “Bom por estar em casa, mas, ruim por não estar lá. Quando é feito no seminário, a gente fica mais espiritualizado, por ser um local de oração. Com a videoconferência se perde um pouco isso e a concentração é maior também estando lá”, resume.

      Ambos, no entanto, são unânimes em afirmar que o encontro foi muito útil. “Ajudou bastante. O padre deu orientações para buscar uma vida de oração melhor, para ajudar a ter um discernimento maior “, analisa Carlos. Também participou da primeira videoconferência vocacional Leonardo Mazur da Silva, de 22 anos, morador de Ponta Grossa, que participa da Paróquia/Catedral Sant’Ana.


  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Grupo Jovens da Luz realiza live   |   Grupo Jovens da Luz realiza live   |   Missas com a presença de fiéis são autorizadas em toda a diocese   |   Sacrário de santuário receberá benção   |  





Publicado em: 08/05/2020

Videoconferência aborda vocação sacerdotal

Encontros ajudam no discernimento de jovens

 

      Em tempos de pandemia, até mesmo os encontros para falar de vocação sacerdotal estão sendo feitos de maneira remota. A estratégia foi adotada pelo padre Kleber Pacheco, coordenador diocesano da Pastoral Vocacional, que viu na videoconferência uma forma de não deixar apagar a chama da vocação, um jeito de se aproximar dos jovens que se sentem chamados por Deus e de ajuda-los a discernir. O primeiro encontro on line aconteceu na noite do dia 4 e outros dois estão marcados para estes dias 9 e 10 de maio.

      “A Pastoral Vocacional tem por missão ajudar os meninos que se sentem chamados por Deus para ser padre a discernir esse chamado. Normalmente, o encontro é feito no seminário, com toda uma programação, mas, com a pandemia e não ser possível nos reunir, eu rezei, pensei o que poderia fazer para não deixar apagar a chama. Observando que tantas pessoas estão fazendo encontros on line, surgiu a ideia de fazer encontros vocacionais via internet. Foi bem bacana; os meninos acolheram bem. Agora, devido ao sucesso que foi, teremos outros dois encontros”, contou padre Kleber, citando que dos quatro vocacionados, três participaram da primeira videoconferência.

      De acordo como o coordenador da Pastoral Vocacional, as videoconferências vão substituir os encontros presenciais, enquanto vigorar o distanciamento social. “Nada substitui a presença, mas o isolamento é algo necessário. Os profissionais da saúde – quem são os que devemos ouvir neste momento - dizem que ficar em casa é preciso.  Por conta disto, resolvemos fazer desta forma e é o que vai nos ajudar”, justifica. O encontro do dia 9 será às 19 horas, com o tema ‘Vocação, um chamado precioso, uma resposta de amor’, conduzido pelo padre Marcelo do Carmo, reitor do Seminário Propedêutico. No domingo (10), a videoconferência inicia às 10 horas, falando sobre ‘Vocação, escutar a Palavra e atender ao chamado’. Quem deve ajudar será o padre Wilson Morais, que reside no Seminário Maior São João Maria Vianey, em Ponta Grossa. Também haverá um encontro com os seminaristas, que vão partilhar sobre a vida e cantarão algumas canções.

      Os jovens que se interessarem em participar das videoconferências, neste final de semana, podem ligar no (42)9 88525252. É preciso residir na Diocese de Ponta Grossa e já ter terminado o Ensino Médio ou estar no terceiro ano. “É bom que se diga que os encontros, por enquanto, são exclusivamente para os vocacionados. Os pais poderão participar, possivelmente, em algum dos encontros; poderemos ter essa dinâmica. Também, futuramente, teremos encontros para o Seminário Menor Mãe de Deus, de Irati. Estamos pensando um modo de fazer isso com o reitor padre Hélio (Guimarães)”, adianta padre Kleber.

      Para Carlos Eduardo Machado Gonçalves, de 23 anos, que participa da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, de Ponta Grossa, o encontro foi diferente. “Estava esperando há algum tempo, mas tenho ciência da necessidade de ter sido desta forma. Foi novo e interessante porque tive contato com os outros meninos, que não conhecia. Foi uma experiência boa para poder estar iniciando essa caminhada vocacional mais concreta”, afirma. Já Isak de Moura, que tem 17 anos e é da Paróquia Menino Jesus, de Reserva, avalia a iniciativa como boa e ruim ao mesmo tempo. “Bom por estar em casa, mas, ruim por não estar lá. Quando é feito no seminário, a gente fica mais espiritualizado, por ser um local de oração. Com a videoconferência se perde um pouco isso e a concentração é maior também estando lá”, resume.

      Ambos, no entanto, são unânimes em afirmar que o encontro foi muito útil. “Ajudou bastante. O padre deu orientações para buscar uma vida de oração melhor, para ajudar a ter um discernimento maior “, analisa Carlos. Também participou da primeira videoconferência vocacional Leonardo Mazur da Silva, de 22 anos, morador de Ponta Grossa, que participa da Paróquia/Catedral Sant’Ana.


Diocede Ponta Grossa
Neste final de semana ocorre novos encontros vocacionais através de videoconferência aberto a todos os jovens   |   AssCom Diocese de PG


Navegue até a sua Paróquia