DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 08/12/2020

Presépio de Natal lembra mortos pelo Covid

Paróquia do Pilar usa máscaras na decoração

 
As tradicionais figuras remetem à esperança no Deus encarnado As tradicionais figuras remetem à esperança no Deus encarnado | Crédito: Paróquia Nossa Senhora do Pilar

     Até esta segunda-feira (7) eram 178 os ponta-grossenses mortos em decorrência de complicações provocadas pelo Covid 19, segundo as estatísticas oficiais. Para representar essas vítimas, o presépio de Natal da Paróquia Nossa Senhora do Pilar, no bairro Palmeirinha, em Ponta Grossa, teve um adorno diferente este ano. Máscaras de proteção se juntaram aos enfeites natalinos tradicionais e simbolizam as perdas provocadas pela pandemia, além de alertar para a necessidade da prevenção.

     “A ideia surgiu dado as circunstâncias que estamos vivendo. Natal é a encarnação do Verbo de Deus, a entrada do Verbo em nossa história... então pensei em colocar este dado da história, pedindo que Jesus seja alento para as famílias enlutadas e defesa para as que vivem esta apreensão. Acredito que além de rezar o fato, a realidade, também ajuda a conscientizar sobre como é preciso passar por essa situação: previnindo-se”, comenta o pároco, padre Clayton Delinski Ferreira.

     A comunidade ‘conheceu’ a ornamentação nas missas celebradas a partir do dia 5. “Além de colocarmos a representatividade de Maria, de José, a manjedoura, esperando o Deus que entra e se encarna na nossa história, nós colocamos isso. Que neste momento da História, nós estamos contemplando essa fragilidade da Humanidade e, sobretudo aqui na nossa cidade, essas 178 famílias enlutadas”, solidariza-se o padre.


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Igrejas recebem doações para desalojados   |   Pastoral da Criança: a cara da Igreja   |   Ação levanta fundos para obra na Catedral   |   Ciclistas percorrem a Rota do Rosário   |  





Publicado em: 08/12/2020

Presépio de Natal lembra mortos pelo Covid

Paróquia do Pilar usa máscaras na decoração

 

     Até esta segunda-feira (7) eram 178 os ponta-grossenses mortos em decorrência de complicações provocadas pelo Covid 19, segundo as estatísticas oficiais. Para representar essas vítimas, o presépio de Natal da Paróquia Nossa Senhora do Pilar, no bairro Palmeirinha, em Ponta Grossa, teve um adorno diferente este ano. Máscaras de proteção se juntaram aos enfeites natalinos tradicionais e simbolizam as perdas provocadas pela pandemia, além de alertar para a necessidade da prevenção.

     “A ideia surgiu dado as circunstâncias que estamos vivendo. Natal é a encarnação do Verbo de Deus, a entrada do Verbo em nossa história... então pensei em colocar este dado da história, pedindo que Jesus seja alento para as famílias enlutadas e defesa para as que vivem esta apreensão. Acredito que além de rezar o fato, a realidade, também ajuda a conscientizar sobre como é preciso passar por essa situação: previnindo-se”, comenta o pároco, padre Clayton Delinski Ferreira.

     A comunidade ‘conheceu’ a ornamentação nas missas celebradas a partir do dia 5. “Além de colocarmos a representatividade de Maria, de José, a manjedoura, esperando o Deus que entra e se encarna na nossa história, nós colocamos isso. Que neste momento da História, nós estamos contemplando essa fragilidade da Humanidade e, sobretudo aqui na nossa cidade, essas 178 famílias enlutadas”, solidariza-se o padre.


Diocede Ponta Grossa
As tradicionais figuras remetem à esperança no Deus encarnado   |   Paróquia Nossa Senhora do Pilar

Diocede Ponta Grossa
As máscaras dão um toque real na ornamentação da árvore de Natal, este ano   |   Paróquia Nossa Senhora do Pilar


Navegue até a sua Paróquia