DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 19/01/2021

Igrejas recebem doações para desalojados

Chuva forte em Irati tirou de casa 53 famílias

 
A população tem doado roupas, sapatos, colchões e cobertores A população tem doado roupas, sapatos, colchões e cobertores | Crédito: Bárbara Gardin

     Um grande volume de chuvas assolou o Sul do Brasil em menos de 24 horas. Em Irati, o registro foi de 153 milímetros de água, entre segunda e terça-feira.  A enxurrada acabou afetando residências, comércio, indústrias e obstruiu o trânsito em toda a área urbana e também nas localidades de Serra dos Nogueiras, Caratuva e Pinho de Baixo. As paróquias São Miguel, Nossa Senhora da Luz, São João Batista e Nossa Senhora do Perpétuo Socorro estão servindo como ponto de coleta para doações de alimentos, roupas, calçados, cobertores e utensílios em geral para as famílias que precisaram deixar suas casas com a enchente.

     As entregas podem ser feitas nas secretarias das paróquias. A matriz São Miguel organizou até um grupo de voluntários para receber as doações durante toda a madrugada deste dia 19. “A água subiu repentinamente, foi tudo muito rápido. A cidade virou um caos, com vários pontos de alagamentos. Até hoje pela manhã, bombeiros haviam retirado das casas mais de 50 pessoas. A situação é bem complicada”, informa a jornalista e coordenadora da Pastoral da Comunicação da Paróquia Nossa Senhora da Luz, Bárbara Gardin. “As paróquias estão levantando o prejuízo das pessoas e vendo de que forma podem ajudar”.

     A ação da Igreja iniciou com a Paróquia São Miguel e logo recebeu a adesão das demais comunidades da cidade, inclusive capelas, destaca Bárbara. As doações têm chegado a todo o momento. São roupas, colchões, cobertores e alimentos, especialmente. Os paroquianos têm se organizado para fazer a divisão do material e encaminhar para as famílias. As pessoas foram retiradas das áreas de risco, com auxílio de barcos, e encaminhadas para a casa de parentes.

     De acordo com a Defesa Civil de Irati, estruturas de Saúde na área urbana, como o Ginásio do Rio Bonito, que abriga os atendimentos de Covid-19 foi inundado, sendo este transferido para o Pronto Atendimento Municipal. Também a Vigilância Sanitária e unidades de Saúde tiveram pontos de infiltração com prejuízos de equipamentos e medicamentos. Conforme o Formulário de Desastre da Defesa Civil, a chuva concentrada no período de 40 minutos registrou o volume de aproximadamente 130 milímetros, o que saturou o solo e os corpos hídricos.


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Doações a seminários já são entregues   |   Bispo celebra os 60 anos do Marista   |   A padroeira que caminha com a Diocese   |   Paróquia celebra centenário da Legião de Maria   |  





Publicado em: 19/01/2021

Igrejas recebem doações para desalojados

Chuva forte em Irati tirou de casa 53 famílias

 

     Um grande volume de chuvas assolou o Sul do Brasil em menos de 24 horas. Em Irati, o registro foi de 153 milímetros de água, entre segunda e terça-feira.  A enxurrada acabou afetando residências, comércio, indústrias e obstruiu o trânsito em toda a área urbana e também nas localidades de Serra dos Nogueiras, Caratuva e Pinho de Baixo. As paróquias São Miguel, Nossa Senhora da Luz, São João Batista e Nossa Senhora do Perpétuo Socorro estão servindo como ponto de coleta para doações de alimentos, roupas, calçados, cobertores e utensílios em geral para as famílias que precisaram deixar suas casas com a enchente.

     As entregas podem ser feitas nas secretarias das paróquias. A matriz São Miguel organizou até um grupo de voluntários para receber as doações durante toda a madrugada deste dia 19. “A água subiu repentinamente, foi tudo muito rápido. A cidade virou um caos, com vários pontos de alagamentos. Até hoje pela manhã, bombeiros haviam retirado das casas mais de 50 pessoas. A situação é bem complicada”, informa a jornalista e coordenadora da Pastoral da Comunicação da Paróquia Nossa Senhora da Luz, Bárbara Gardin. “As paróquias estão levantando o prejuízo das pessoas e vendo de que forma podem ajudar”.

     A ação da Igreja iniciou com a Paróquia São Miguel e logo recebeu a adesão das demais comunidades da cidade, inclusive capelas, destaca Bárbara. As doações têm chegado a todo o momento. São roupas, colchões, cobertores e alimentos, especialmente. Os paroquianos têm se organizado para fazer a divisão do material e encaminhar para as famílias. As pessoas foram retiradas das áreas de risco, com auxílio de barcos, e encaminhadas para a casa de parentes.

     De acordo com a Defesa Civil de Irati, estruturas de Saúde na área urbana, como o Ginásio do Rio Bonito, que abriga os atendimentos de Covid-19 foi inundado, sendo este transferido para o Pronto Atendimento Municipal. Também a Vigilância Sanitária e unidades de Saúde tiveram pontos de infiltração com prejuízos de equipamentos e medicamentos. Conforme o Formulário de Desastre da Defesa Civil, a chuva concentrada no período de 40 minutos registrou o volume de aproximadamente 130 milímetros, o que saturou o solo e os corpos hídricos.


Diocede Ponta Grossa
A população tem doado roupas, sapatos, colchões e cobertores   |   Bárbara Gardin

Diocede Ponta Grossa
O material arrecadado na Paróquia São Miguel: solidariedade   |   Bárbara Gardin


Navegue até a sua Paróquia