DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 31/05/2021

Bispo avalia paróquia de padres missionários

Dom Santiago: “povo valoriza seriedade do trabalho”

 
Visita aos enfermos no Hospital Leonardo Parente Visita aos enfermos no Hospital Leonardo Parente | Crédito: Paróquia São João Batista/Canutama, Prelazia de Lábrea

     “Durante a visita e conversas com o povo, deu para ver que acolheram bem aos padres e valorizam a seriedade de seu trabalho, bem organizado e planejado. Valorizam que trabalham juntos e estão unidos. Reconhecem que nalgumas coisas têm que se adaptar uns aos outros, mas que estão no caminho”. A avaliação foi feita pelo bispo da Prelazia de Lábrea, Dom Santiago Sánchez Sebastian, depois da visita pastoral feita na Paróquia São João Batista, em Canutama, no Amazonas, entre os dias 18 e 23 de maio. A paróquia é administrada, desde fevereiro do ano passado, pelos padres da Diocese de Ponta Grossa, Osvaldo Pinheiro e José Nilson Santos. 

     Ao todo, a visita pastoral aconteceu dos dias 29 de abril a 24 de maio e incluiu três das cinco paroquias que tem a Prelazia. O bispo passou, antes, pelas paróquias Santo Agostinho, no município de Pauini; Santa Rita de Cássia (Tapauá) e São Francisco e São Sebastião (Belo Monte/Tapauá). Há um ano e quatro meses Dom Santiago não vinha a Canutama. “Eu tenho que dizer que tenho encontrado a paróquia estruturada, com um plano pastoral certo e seguindo as diretrizes da Prelazia. Em comunhão com o bispo, já que mantemos contato frequente, vamos alentando planos e projetos para o futuro”, afirmou o bispo prelado.

     “Muito forte o espírito missionário de Osvaldo e José Nilson, já manifestado em Ponta Grossa. Parabéns pelo projeto missionário aprovado na Diocese para esta igreja-irmã graças a eles! Obrigado, dom Sergio, obrigado Ponta Grossa, obrigado a todos! Saibam que em Lábrea estão fazendo, como discípulos e missionários, um ótimo trabalho no campo do Senhor”, acrescentou Dom Santiago, dizendo que, como o Papa Francisco, “sonhamos com uma Igreja social, cultural, ecológica e eclesial, fazendo planos para realizar esses sonhos. Minha tarefa é alentar os sonhos do clero para, juntos, realizá-los”.

     Nos seis dias na paróquia, Dom Santiago esteve acompanhado do vigário episcopal e pároco da catedral de Lábrea, frei Miguel Angel Peralta, e das Irmãs Missionárias Agostianas Recoletas, Ana Maria da Silva e Ivone Leonor da Silva Herbert. A visita pastoral se encerrou na Paróquia São João Batista. “Foi sem muitas atividades devido a pandemia. Dom Santiago participou das novenas de Santa Rita, celebrou a missa solene da padroeira, dia 22, encorajando o povo, animando as lideranças, pastorais e movimentos. A presença do bispo junto com o padre pelas ruas fala muito”, comentou o vigário paroquial, padre José Nilson.

      Com o padre, Dom Santiago visitou o hospital, a delegacia, esteve com alguns enfermos, conversou com as pessoas da comunidade, ministros extraordinários da comunhão, realizou batizados, conheceu o prefeito e a realidade administrativa municipal e o plano de governo, quando destacou a presença da Igreja e evangelização. Também se reuniu com todos os funcionários da paróquia. “Além de ser a presença motivadora do povo, foi muito importante a presença deles. Ficaram na casa paroquial. Foi um momento de convivência, de oração de partilha, de alegria, de descontração, de sentarmos à mesa. Fiz bolo, cozinhei para eles. Foi saudável e restaurador”, enumerou padre José Nilson. 



  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Doações a seminários já são entregues   |   Bispo celebra os 60 anos do Marista   |   A padroeira que caminha com a Diocese   |   Paróquia celebra centenário da Legião de Maria   |  





Publicado em: 31/05/2021

Bispo avalia paróquia de padres missionários

Dom Santiago: “povo valoriza seriedade do trabalho”

 

     “Durante a visita e conversas com o povo, deu para ver que acolheram bem aos padres e valorizam a seriedade de seu trabalho, bem organizado e planejado. Valorizam que trabalham juntos e estão unidos. Reconhecem que nalgumas coisas têm que se adaptar uns aos outros, mas que estão no caminho”. A avaliação foi feita pelo bispo da Prelazia de Lábrea, Dom Santiago Sánchez Sebastian, depois da visita pastoral feita na Paróquia São João Batista, em Canutama, no Amazonas, entre os dias 18 e 23 de maio. A paróquia é administrada, desde fevereiro do ano passado, pelos padres da Diocese de Ponta Grossa, Osvaldo Pinheiro e José Nilson Santos. 

     Ao todo, a visita pastoral aconteceu dos dias 29 de abril a 24 de maio e incluiu três das cinco paroquias que tem a Prelazia. O bispo passou, antes, pelas paróquias Santo Agostinho, no município de Pauini; Santa Rita de Cássia (Tapauá) e São Francisco e São Sebastião (Belo Monte/Tapauá). Há um ano e quatro meses Dom Santiago não vinha a Canutama. “Eu tenho que dizer que tenho encontrado a paróquia estruturada, com um plano pastoral certo e seguindo as diretrizes da Prelazia. Em comunhão com o bispo, já que mantemos contato frequente, vamos alentando planos e projetos para o futuro”, afirmou o bispo prelado.

     “Muito forte o espírito missionário de Osvaldo e José Nilson, já manifestado em Ponta Grossa. Parabéns pelo projeto missionário aprovado na Diocese para esta igreja-irmã graças a eles! Obrigado, dom Sergio, obrigado Ponta Grossa, obrigado a todos! Saibam que em Lábrea estão fazendo, como discípulos e missionários, um ótimo trabalho no campo do Senhor”, acrescentou Dom Santiago, dizendo que, como o Papa Francisco, “sonhamos com uma Igreja social, cultural, ecológica e eclesial, fazendo planos para realizar esses sonhos. Minha tarefa é alentar os sonhos do clero para, juntos, realizá-los”.

     Nos seis dias na paróquia, Dom Santiago esteve acompanhado do vigário episcopal e pároco da catedral de Lábrea, frei Miguel Angel Peralta, e das Irmãs Missionárias Agostianas Recoletas, Ana Maria da Silva e Ivone Leonor da Silva Herbert. A visita pastoral se encerrou na Paróquia São João Batista. “Foi sem muitas atividades devido a pandemia. Dom Santiago participou das novenas de Santa Rita, celebrou a missa solene da padroeira, dia 22, encorajando o povo, animando as lideranças, pastorais e movimentos. A presença do bispo junto com o padre pelas ruas fala muito”, comentou o vigário paroquial, padre José Nilson.

      Com o padre, Dom Santiago visitou o hospital, a delegacia, esteve com alguns enfermos, conversou com as pessoas da comunidade, ministros extraordinários da comunhão, realizou batizados, conheceu o prefeito e a realidade administrativa municipal e o plano de governo, quando destacou a presença da Igreja e evangelização. Também se reuniu com todos os funcionários da paróquia. “Além de ser a presença motivadora do povo, foi muito importante a presença deles. Ficaram na casa paroquial. Foi um momento de convivência, de oração de partilha, de alegria, de descontração, de sentarmos à mesa. Fiz bolo, cozinhei para eles. Foi saudável e restaurador”, enumerou padre José Nilson. 



Diocede Ponta Grossa
Visita aos enfermos no Hospital Leonardo Parente   |   Paróquia São João Batista/Canutama, Prelazia de Lábrea

Diocede Ponta Grossa
Dom Santiago celebrou a missa da padroeira da Comunidade Santa Rita   |   Paróquia São João Batista/Canutama, Prelazia de Lábrea

Diocede Ponta Grossa
Aqui, com equipe da direção do hospital de Canutama   |   Paróquia São João Batista/Canutama, Prelazia de Lábrea


Navegue até a sua Paróquia