DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA



SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 26/08/2022

Liga Católica faz romaria à Aparecida

Bispo celebrou missa de envio dos romeiros, ontem

 
Celebrantes aos pés da padroeira do Brasil Celebrantes aos pés da padroeira do Brasil | Crédito: Pascom Paróquia São Sebastião/Santuário Nossa Senhora Aparecida

Mãe Aparecida, ensina-nos a viver como escolhidos’. Sob esse tema, integrantes da Liga Católica Jesus Maria José de todo o Brasil se reúnem este final de semana no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, em Aparecida (SP). Uma missa de envio, celebrada pelo bispo Dom Sergio Arthur Braschi, ontem (25), abençoou os liguistas da Diocese de Ponta Grossa. Oito ônibus partirão entre às 19 e 20 horas desta sexta-feira de Ponta Grossa, levando os romeiros. É a primeira romaria pós-pandemia e marca, como de costume, a realização da 51ª Assembleia Ordinária da Liga Católica.


     A assembleia nacional acontecerá a partir deste sábado, às 8 horas, com a abertura do auditório Padre Noé Sotillo - no subsolo do Santuário - acolhida e acomodação dos participantes. A Santa Missa das 12 horas, no sábado, terá transmissão da TV Aparecida. Para a celebração de ontem, realizada na Paróquia São Sebastião/Santuário Diocesano de Nossa Senhora Aparecida, os convidados foram orientados a levar uma rosa, que seria deixada no Santuário Nacional pelos romeiros. “Um momento de fé e devoção muito esperado. A ansiedade é grande. Será a oportunidade de reavivamento missionário para todos nós. Esta romaria nos fortalece, renova forças, nos entusiasma para podermos continuar nossa caminhada de fé”, afirma Alzira Padilha, coordenadora diocesana da Liga Católica.


     O reitor do santuário diocesano, padre Nelson Bueno acolheu os liguistas e familiares, o diácono Mário César Cequinel, diretor espiritual da Liga, e o bispo Dom Sergio. O bispo comentou que estava se utilizando da cruz das reduções jesuítas da Bolívia, trazida de um congresso que reuniu toda a América, há a alguns anos, em Santa Cruz de La Sierra. O símbolo principal era a cruz, feita pelos indígenas. “Escolhi (a cruz) por causa do santo que nós lembramos no dia de hoje. São Luís IX, rei da França, que viveu nos anos de 1.200 e foi um dos reis católicos que foi para as Cruzadas, para tentar libertar os lugares santos da invasão dos mouros. Na primeira vez, caiu prisioneiro e, na segunda, acabou contraindo tifo e morrendo”, contou Dom Sergio, relacionando a vida do santo ao Evangelho de ontem, quando Jesus nos alertava para estarmos sempre preparados porque não sabemos o dia em que o Senhor virá. “Assim como aconteceu com esse santo, também na nossa vida; não sabemos”, acrescentou.


     Como na Palavra, prosseguiu o bispo, hoje nós estamos aqui com as Ligas Católicas Jesus Maria José, que tem o compromisso de procurar viver a vida cristã, o caminho de santificação na família, à luz da Sagrada Família. “Queremos acolher o convite que Jesus nos faz de cuidar bem da casa, da família, como aquele administrador fiel e prudente. Cada um de nós com sua vocação, todos chamados a sermos santos”, destacou Dom Sergio, pedindo que os liguistas, em Aparecida, rezem por si e suas famílias, mas por todos, pela Igreja Diocesana. “Reencontrar para celebrar é o tema da nossa assembleia. Vamos celebrar. Celebrar a vida, celebrar a fé. Que Maria nos abençoe e nos ajude a continuar a nossa caminhada de discípulos e missionários”, afirmou ao final da missa, Fabiano Padilha, esposo de Alzira e também responsável pela coordenação diocesana da Liga Católica.   


Programação


     No sábado, 9h15, ocorre a acolhida da imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida e a consagração; às 9h30, será ouvida a palavra do presidente nacional das Ligas Católicas, Rodrigo Trotta Moreira; às 9h40, quem fala é o assistente eclesiástico nacional, padre Edson Alves da Costa; às 9h50, o Superior Provincial, padre Nelson Antônio Linhares, e, às10 horas, os participantes descontraem com uma animação. Em seguida, será feito o primeiro relato da peregrinação da imagem pelas federações e, às 10h30, a coroação de Nossa Senhora Aparecida. 


     Por volta das 10h45, ocorrerá novo relato da passagem da imagem peregrina por três federações. A manhã termina com a Santa Missa. No domingo, das 7 às 9 horas, grande encontro com todos os liguistas na Tribuna Dom Aluísio Lorscheider; às 9 horas, procissão com a imagem, com todas as bandeiras das Ligas Católicas em direção ao Santuário Nacional. Às 10 horas, será celebrada Santa Missa.


     Há 44 anos na Diocese, as atividades da Liga Católica foram retomadas em outubro. Elas acontecem atualmente em 13 comunidades da Diocese. O casal Alzira e Fabiano Padilha assumiu a coordenação diocesana em 2019. São liguistas ativos há mais de 30 anos na Paróquia Nossa Senhora do Pilar, em Ponta Grossa.


 


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| ‘Imaculada Conceição’ lembrada de forma especial em quatro paróquias da Diocese   |   Presépio dos Arautos abre neste sábado   |   aa   |   Núncios apostólicos na Diocese   |  





Publicado em: 26/08/2022

Liga Católica faz romaria à Aparecida

Bispo celebrou missa de envio dos romeiros, ontem

 

Mãe Aparecida, ensina-nos a viver como escolhidos’. Sob esse tema, integrantes da Liga Católica Jesus Maria José de todo o Brasil se reúnem este final de semana no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, em Aparecida (SP). Uma missa de envio, celebrada pelo bispo Dom Sergio Arthur Braschi, ontem (25), abençoou os liguistas da Diocese de Ponta Grossa. Oito ônibus partirão entre às 19 e 20 horas desta sexta-feira de Ponta Grossa, levando os romeiros. É a primeira romaria pós-pandemia e marca, como de costume, a realização da 51ª Assembleia Ordinária da Liga Católica.


     A assembleia nacional acontecerá a partir deste sábado, às 8 horas, com a abertura do auditório Padre Noé Sotillo - no subsolo do Santuário - acolhida e acomodação dos participantes. A Santa Missa das 12 horas, no sábado, terá transmissão da TV Aparecida. Para a celebração de ontem, realizada na Paróquia São Sebastião/Santuário Diocesano de Nossa Senhora Aparecida, os convidados foram orientados a levar uma rosa, que seria deixada no Santuário Nacional pelos romeiros. “Um momento de fé e devoção muito esperado. A ansiedade é grande. Será a oportunidade de reavivamento missionário para todos nós. Esta romaria nos fortalece, renova forças, nos entusiasma para podermos continuar nossa caminhada de fé”, afirma Alzira Padilha, coordenadora diocesana da Liga Católica.


     O reitor do santuário diocesano, padre Nelson Bueno acolheu os liguistas e familiares, o diácono Mário César Cequinel, diretor espiritual da Liga, e o bispo Dom Sergio. O bispo comentou que estava se utilizando da cruz das reduções jesuítas da Bolívia, trazida de um congresso que reuniu toda a América, há a alguns anos, em Santa Cruz de La Sierra. O símbolo principal era a cruz, feita pelos indígenas. “Escolhi (a cruz) por causa do santo que nós lembramos no dia de hoje. São Luís IX, rei da França, que viveu nos anos de 1.200 e foi um dos reis católicos que foi para as Cruzadas, para tentar libertar os lugares santos da invasão dos mouros. Na primeira vez, caiu prisioneiro e, na segunda, acabou contraindo tifo e morrendo”, contou Dom Sergio, relacionando a vida do santo ao Evangelho de ontem, quando Jesus nos alertava para estarmos sempre preparados porque não sabemos o dia em que o Senhor virá. “Assim como aconteceu com esse santo, também na nossa vida; não sabemos”, acrescentou.


     Como na Palavra, prosseguiu o bispo, hoje nós estamos aqui com as Ligas Católicas Jesus Maria José, que tem o compromisso de procurar viver a vida cristã, o caminho de santificação na família, à luz da Sagrada Família. “Queremos acolher o convite que Jesus nos faz de cuidar bem da casa, da família, como aquele administrador fiel e prudente. Cada um de nós com sua vocação, todos chamados a sermos santos”, destacou Dom Sergio, pedindo que os liguistas, em Aparecida, rezem por si e suas famílias, mas por todos, pela Igreja Diocesana. “Reencontrar para celebrar é o tema da nossa assembleia. Vamos celebrar. Celebrar a vida, celebrar a fé. Que Maria nos abençoe e nos ajude a continuar a nossa caminhada de discípulos e missionários”, afirmou ao final da missa, Fabiano Padilha, esposo de Alzira e também responsável pela coordenação diocesana da Liga Católica.   


Programação


     No sábado, 9h15, ocorre a acolhida da imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida e a consagração; às 9h30, será ouvida a palavra do presidente nacional das Ligas Católicas, Rodrigo Trotta Moreira; às 9h40, quem fala é o assistente eclesiástico nacional, padre Edson Alves da Costa; às 9h50, o Superior Provincial, padre Nelson Antônio Linhares, e, às10 horas, os participantes descontraem com uma animação. Em seguida, será feito o primeiro relato da peregrinação da imagem pelas federações e, às 10h30, a coroação de Nossa Senhora Aparecida. 


     Por volta das 10h45, ocorrerá novo relato da passagem da imagem peregrina por três federações. A manhã termina com a Santa Missa. No domingo, das 7 às 9 horas, grande encontro com todos os liguistas na Tribuna Dom Aluísio Lorscheider; às 9 horas, procissão com a imagem, com todas as bandeiras das Ligas Católicas em direção ao Santuário Nacional. Às 10 horas, será celebrada Santa Missa.


     Há 44 anos na Diocese, as atividades da Liga Católica foram retomadas em outubro. Elas acontecem atualmente em 13 comunidades da Diocese. O casal Alzira e Fabiano Padilha assumiu a coordenação diocesana em 2019. São liguistas ativos há mais de 30 anos na Paróquia Nossa Senhora do Pilar, em Ponta Grossa.


 


Diocede Ponta Grossa
Celebrantes aos pés da padroeira do Brasil   |   Pascom Paróquia São Sebastião/Santuário Nossa Senhora Aparecida

Diocede Ponta Grossa
Padre Nelson e o diácono Mário Cequinel concelebraram   |   Pascom Paróquia São Sebastião/Santuário Nossa Senhora Aparecida

Diocede Ponta Grossa
A celebração reuniu ontem liguistas e suas famílias   |   Eduarda Aparecida Antunes

Diocede Ponta Grossa
Padre Nelson cantou uma música de sua autoria, um louvor a Nossa Senhora Aparecida   |   Eduarda Aparecida Antunes

Diocede Ponta Grossa
O casal coordenador, Alzira e Fabiano   |   Pascom Paróquia São Sebastião/Santuário Nossa Senhora Aparecida

Diocede Ponta Grossa
A missa de envio aconteceu no santuário diocesano   |   Eduarda Aparecida Antunes


Navegue até a sua Paróquia