DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA



SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 28/10/2022

Paróquias vão celebrar missas em cemitérios

Dom Sergio celebra às 10 horas, no Jardim Paraíso

 
Os familiares podem contar com o importante serviço de escuta Os familiares podem contar com o importante serviço de escuta | Crédito: Arquivo AssCom Diocese de Ponta Grossa

A celebração dos fiéis defuntos, Finados, é muito querida de todo o povo brasileiro, que costuma ir aos cemitérios, enfeitar túmulos e levar sua prece. Todos os anos, as paróquias que têm campos santos em seus territórios agendam ali missas neste dia, como também no Cemitério Parque Jardim Paraíso, em Uvaranas, espaço administrado pela Diocese de Ponta Grossa. No cemitério-parque, serão duas missas: às 10 horas, celebrada pelo bispo Dom Sergio Arthur Braschi, e, às 15 horas, com o padre Jaime Rossa, diretor-presidente do cemitério. Haverá celebração ainda no Cemitério de 7 Saltos de Cima, em Itaiacoca; São João, na Vila Marina.


     No Cemitério Jardim Paraíso, como de costume, além das celebrações haverá atendimento com padres e diáconos. Serão oito padres - quatro pela manhã e quatro à tarde - acolhendo os fiéis que desejarem se confessar, das 8 às 18 horas.  Também Missão de Escuta com integrantes da Comunidade Católica Shalom e conversas com a com a psicóloga, Inês Grochowski, além de venda de flores, suporte e velas. Não há necessidade de agendamento para participar das missas. Haverá horários especiais de ônibus do transporte coletivo levando os visitantes até o interior do cemitério, a partir das 8 horas. O cemitério abrirá das 7 às 18 horas. O setor administrativo começará a funcionar às 8. 


     No Jardim Paraíso estão sepultadas 11.115 pessoas. Calcula-se que aproximadamente 40 mil familiares e amigos passem pelo campo santo em 2 de novembro. No Cemitério de 7 Saltos de Cima, em Itaiacoca, freis da Paróquia Bom Jesus vão celebrar Santa Missa às 10 horas. Também ocorrerá missa na matriz, às 08 e às 19 horas. No Cemitério São João, que fica no território da Paroquia Nossa Senhora Auxiliadora, haverá missa às 15 horas, no túmulo dos padres salesianos falecidos. A celebração na igreja-matriz está prevista para às 10 horas. 


     “É o grande momento de renovarmos a fé na ressurreição. Nós não colocamos a ênfase na morte, mas a encaramos como Páscoa, passagem, e assim como Jesus ressuscitou e prometeu ‘aquele que crê em mim, ainda que esteja morto, viverá’, cremos na vida eterna”, lembra o bispo Dom Sergio, reforçando que, em Finados, os católicos podem lucrar indulgências plenárias. “Cada vez que entramos no cemitério ou em uma igreja, rezando o Creio, Pai Nosso e o Glória ao Pai na intenção do Santo Padre, podemos conquistar a completa remissão das penas devidas aos pecados. Uma alma do purgatório, uma pessoa falecida, vai ser imediatamente acolhida no Reino do Céu. Isso acontece no dia de Finados, mas ainda, do dia 1º até o dia 8 deste mês de novembro, podemos lucrar essa mesma indulgência uma vez no dia, visitando uma igreja ou cemitério. A disciplina da Igreja prescreve que durante esses dias se faça uma boa confissão e uma boa comunhão”, explica o bispo.


 


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| aa   |   Núncios apostólicos na Diocese   |   Encaminhadas principais ações para 2023   |   Abade completa 25 anos à frente de mosteiro   |  





Publicado em: 28/10/2022

Paróquias vão celebrar missas em cemitérios

Dom Sergio celebra às 10 horas, no Jardim Paraíso

 

A celebração dos fiéis defuntos, Finados, é muito querida de todo o povo brasileiro, que costuma ir aos cemitérios, enfeitar túmulos e levar sua prece. Todos os anos, as paróquias que têm campos santos em seus territórios agendam ali missas neste dia, como também no Cemitério Parque Jardim Paraíso, em Uvaranas, espaço administrado pela Diocese de Ponta Grossa. No cemitério-parque, serão duas missas: às 10 horas, celebrada pelo bispo Dom Sergio Arthur Braschi, e, às 15 horas, com o padre Jaime Rossa, diretor-presidente do cemitério. Haverá celebração ainda no Cemitério de 7 Saltos de Cima, em Itaiacoca; São João, na Vila Marina.


     No Cemitério Jardim Paraíso, como de costume, além das celebrações haverá atendimento com padres e diáconos. Serão oito padres - quatro pela manhã e quatro à tarde - acolhendo os fiéis que desejarem se confessar, das 8 às 18 horas.  Também Missão de Escuta com integrantes da Comunidade Católica Shalom e conversas com a com a psicóloga, Inês Grochowski, além de venda de flores, suporte e velas. Não há necessidade de agendamento para participar das missas. Haverá horários especiais de ônibus do transporte coletivo levando os visitantes até o interior do cemitério, a partir das 8 horas. O cemitério abrirá das 7 às 18 horas. O setor administrativo começará a funcionar às 8. 


     No Jardim Paraíso estão sepultadas 11.115 pessoas. Calcula-se que aproximadamente 40 mil familiares e amigos passem pelo campo santo em 2 de novembro. No Cemitério de 7 Saltos de Cima, em Itaiacoca, freis da Paróquia Bom Jesus vão celebrar Santa Missa às 10 horas. Também ocorrerá missa na matriz, às 08 e às 19 horas. No Cemitério São João, que fica no território da Paroquia Nossa Senhora Auxiliadora, haverá missa às 15 horas, no túmulo dos padres salesianos falecidos. A celebração na igreja-matriz está prevista para às 10 horas. 


     “É o grande momento de renovarmos a fé na ressurreição. Nós não colocamos a ênfase na morte, mas a encaramos como Páscoa, passagem, e assim como Jesus ressuscitou e prometeu ‘aquele que crê em mim, ainda que esteja morto, viverá’, cremos na vida eterna”, lembra o bispo Dom Sergio, reforçando que, em Finados, os católicos podem lucrar indulgências plenárias. “Cada vez que entramos no cemitério ou em uma igreja, rezando o Creio, Pai Nosso e o Glória ao Pai na intenção do Santo Padre, podemos conquistar a completa remissão das penas devidas aos pecados. Uma alma do purgatório, uma pessoa falecida, vai ser imediatamente acolhida no Reino do Céu. Isso acontece no dia de Finados, mas ainda, do dia 1º até o dia 8 deste mês de novembro, podemos lucrar essa mesma indulgência uma vez no dia, visitando uma igreja ou cemitério. A disciplina da Igreja prescreve que durante esses dias se faça uma boa confissão e uma boa comunhão”, explica o bispo.


 


Diocede Ponta Grossa
Os familiares podem contar com o importante serviço de escuta   |   Arquivo AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Calcula-se que perto de 40 mil pessoas passem pelo Cemitério Jardim Paraíso todos os anos   |   Arquivo AssCom Diocese de Ponta Grossa


Navegue até a sua Paróquia