DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA



SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 28/10/2022

Bispo canta e ganha medalha de festival

Na Nossa Senhora dos Remédios, Dom Sergio recebeu o mimo

 
As missas-novenas começaram já no dia 17, com padres e comunidades convidados As missas-novenas começaram já no dia 17, com padres e comunidades convidados | Crédito: AssCom Diocese de Ponta Grossa

    As festividades de Nossa Senhora dos Remédios, padroeira de Tibagi, este ano ganhou o nome de ‘peregrinação’. O sentido do termo refere-se à realização das novenas como uma caminhada, toda a noite, um passo a passo até chegar na comemoração da padroeira. As celebrações vinham acontecendo desde o dia 17 e terminaram ontem (26) com um dia festivo, vários eventos, missas, confissões, adorações, culminando, à noite, com o Festival de Arte e Música Sacras. No dia da padroeira, 27 de outubro, o bispo Dom Sergio Arthur Braschi rezou missa solene, às 15 horas, ao lado de padres e diáconos concelebrantes.


     “Padre Edvaldo (Halat Carneiro), padre Pedrinho (Hélio de Oliveira), padre Marcelo do Carmo. A pastoral presença do bispo Dom Sergio...A Diocese celebrando Nossa Senhora dos Remédios. A paróquia é a maior paróquia em extensão territorial do Paraná. E todas as 30 comunidades participaram. Foram duas ou três por noite, manifestando essa unidade, embora longe pela distância territorial, mas unidos na fé e celebrando juntos. Foi uma experiência única de participação da vida litúrgica celebrada. Trouxeram em nome da comunidade também uma vida pastoral, catequética, de ânimo e esperança da nossa Igreja”, comentou o pároco, padre Luiz Mirkoski. A noite foi encerrada com o primeiro Festival de Música e Arte Católica. “Tivemos uma boa participação. Foram mais de 14 inscritos não só para cantar, mas para apresentações artísticas como teatro, poemas, jogral”, acrescentou.


     O festival não classificou ou premiou os inscritos. Apenas distribuiu medalhas de participação. Dom Sergio foi o primeiro a receber uma medalha. O bispo cantou, em espanhol, logo após sua homilia, o canto de invocação a Nossa Senhora, ‘Madre Mia’. Ao final da celebração, no momento da bênção às crianças, interpretou ‘Criança Feliz’. “Uma grande alegria ver a animação dos padres, do povo, dos diáconos. Fiquei muito feliz pelo convite e de poder estar aqui. Que Nossa Senhora dos Remédios proteja a todos! ”, rogou o bispo.  


 


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| aa   |   Núncios apostólicos na Diocese   |   Encaminhadas principais ações para 2023   |   Abade completa 25 anos à frente de mosteiro   |  





Publicado em: 28/10/2022

Bispo canta e ganha medalha de festival

Na Nossa Senhora dos Remédios, Dom Sergio recebeu o mimo

 

    As festividades de Nossa Senhora dos Remédios, padroeira de Tibagi, este ano ganhou o nome de ‘peregrinação’. O sentido do termo refere-se à realização das novenas como uma caminhada, toda a noite, um passo a passo até chegar na comemoração da padroeira. As celebrações vinham acontecendo desde o dia 17 e terminaram ontem (26) com um dia festivo, vários eventos, missas, confissões, adorações, culminando, à noite, com o Festival de Arte e Música Sacras. No dia da padroeira, 27 de outubro, o bispo Dom Sergio Arthur Braschi rezou missa solene, às 15 horas, ao lado de padres e diáconos concelebrantes.


     “Padre Edvaldo (Halat Carneiro), padre Pedrinho (Hélio de Oliveira), padre Marcelo do Carmo. A pastoral presença do bispo Dom Sergio...A Diocese celebrando Nossa Senhora dos Remédios. A paróquia é a maior paróquia em extensão territorial do Paraná. E todas as 30 comunidades participaram. Foram duas ou três por noite, manifestando essa unidade, embora longe pela distância territorial, mas unidos na fé e celebrando juntos. Foi uma experiência única de participação da vida litúrgica celebrada. Trouxeram em nome da comunidade também uma vida pastoral, catequética, de ânimo e esperança da nossa Igreja”, comentou o pároco, padre Luiz Mirkoski. A noite foi encerrada com o primeiro Festival de Música e Arte Católica. “Tivemos uma boa participação. Foram mais de 14 inscritos não só para cantar, mas para apresentações artísticas como teatro, poemas, jogral”, acrescentou.


     O festival não classificou ou premiou os inscritos. Apenas distribuiu medalhas de participação. Dom Sergio foi o primeiro a receber uma medalha. O bispo cantou, em espanhol, logo após sua homilia, o canto de invocação a Nossa Senhora, ‘Madre Mia’. Ao final da celebração, no momento da bênção às crianças, interpretou ‘Criança Feliz’. “Uma grande alegria ver a animação dos padres, do povo, dos diáconos. Fiquei muito feliz pelo convite e de poder estar aqui. Que Nossa Senhora dos Remédios proteja a todos! ”, rogou o bispo.  


 


Diocede Ponta Grossa
As missas-novenas começaram já no dia 17, com padres e comunidades convidados   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
A unidade assegurada com a presença de paroquianos de capelas mais distantes   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
No bolo de Nossa Senhora, as medalhinhas garantiam bênção e graça   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
A maior paróquia do Paraná completou 178 anos   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Dom Sergio exibia gracioso sua medalha   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
O festival distribui medalhas aos participantes   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa


Navegue até a sua Paróquia