DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA



SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 24/11/2022

Dia diverte e orienta secretários e secretárias da Diocese

Quarto encontro reuniu representantes de 37 paróquias

 
A dinâmica divertiu e levou todos a refletirem A dinâmica divertiu e levou todos a refletirem | Crédito: Osmar Abel Rosa

Nem de longe o encontro dos secretários e secretárias paroquiais lembra um dia de trabalho. Apesar de contar como tal, a reunião que voltou a acontecer depois de dois anos, parece mais uma confraternização. Ainda que se fale, sim, de importantes questões da rotina da secretaria de qualquer paróquia, o clima é de descontração, de amizade e de proximidade. Das 46 paróquias da Diocese, 37 estavam representadas. Muitas mandaram mais de um colaborador. Além das secretárias paroquiais, participaram profissionais que cuidam da Pastoral de Animação Bíblico-Catequética, da Ação Evangelizadora, da Cúria Diocesana, da Caritas, além dos assessores de Comunicação e de Tecnologia da Diocese.


     “A presença de toda essa gente deu o tom de unidade, porque não dizer de sinolidade. Só temos a agradecer os párocos que motivaram e enviaram suas secretárias e secretários. Estava um ambiente super-agradável, leve. Tivemos momentos de oração, formação, dinâmicas, confraternização, binguinhos, sorteios, música. O Centro de Formação Nossa Senhora da Paz acolhe e facilita a logística. Irmãs, funcionários sempre muito atentos e à disposição, o que chama atenção dos participantes, principalmente os de primeira vez”, avaliou a coordenadora diocesana da Pastoral da Comunicação – organizadora do evento – Ivete Mazzure, que enalteceu a participação do padre Rodrigo Ribas, assessor eclesiástico da Pastoral; seminarista Iuri Nack Buss na animação e da equipe diocesana Pascom. 


     Depois do café da manhã, os secretários e secretárias foram recepcionados, oficialmente, por Ivete e padre Rodrigo. Logo após a oração inicial, padre Athanagildo Vaz Neto, chanceler e vigário judicial da Diocese, esclareceu diversos temas referentes a Batismo, Matrimônio, em especial, quanto a validade batismal, padrinhos, livro de registros, lembranças, cursos, processo de nulidade matrimonial. O vigário judicial lembrou que os processos de nulidade que já demoraram 23 anos na Diocese, hoje transcorrem em dois anos. E isso se deve a implantação do Tribunal Eclesiástico. O padre ainda respondeu diferentes questões encaminhadas pelas secretárias, antes do encontro de ontem. 


     Após o almoço, momentos de descontração e oração, com uma reflexão sobre a espiritualidade na secretaria paroquial que abordou os dez elementos fundamentais da espiritualidade do secretário e da secretária: acolhida, escuta e diálogo, discrição e silêncio, caridade e solidariedade, serviço, misericórdia e samaritaneidade, alegria e otimismo, disponibilidade, organização e diocesaneidade. O terapeuta Luiz Carlos Vantroba conduziu esse rico momento, que contou também com uma dinâmica para ressaltar a importância do ‘saber ouvir’, do conduzir e da paciência. 


     O assessor de Tecnologia da Diocese, Osmar Abel Rosa, explicou os benefícios do sistema eclesial Theos, utilizado nas secretarias paroquiais e na Cúria Diocesana, e contou um pouco do curso online de oito meses oferecido às paróquias, às terças-feiras. “Foram 105 horas/aula, que não trataram de tudo, detalhadamente, mas onde vocês puderam aprender o caminho das pedras nos módulos, nos vídeos e nas informações repassadas. Eu estou aqui para desfazer dúvidas que possam surgir”, comentou, fazendo a entrega dos certificados em seguida.


     “Gratidão pelo dia de ontem, foi maravilhoso! Como é bom esses encontros. Como levanta o astral. Às vezes, estamos meio para baixo, com a correria. Eu esperava ansiosa porque há dois anos não nos reuníamos. E foi um dia de bastante proveito. A gente adquire muita experiência, troca experiência com as outras secretárias, conhece as (secretárias) das outras paróquias e outras cidades, que, no dia a dia, manda mensagem, faz ligação, mas não conhece pessoalmente. Nesse encontro acabamos conhecendo todas elas. São coisas que vamos levar para sempre. Nunca esqueço que um dia o bispo, em um desses encontros, nos disse que somos o cartão postal das paróquias. Isso nos deixa mais animado e nos faz atender as pessoas com ainda mais amor, carinho”, afirmou Denise Januário Mendes, secretária há nove anos na Paroquial Paróquia Cristo Rei, de Ivaí. 


     “Encontro maravilhoso! Momentos de grande aprendizado, orientações e divertimento. Parabéns aos organizadores pela receptividade, empenho e dedicação. Deus abençoe o sim de cada um”, ressaltou Soleni do Rocio Walter (Sol), que está há 11 meses na secretaria da Paróquia São João Batista, de Irati. “Os encontros com as (os) secretárias (os) são sempre muito produtivos, tanto para os participantes quanto para os organizadores. Do encontro desse ano eu destaco o grande interesse em aprender sempre mais, além da convivência fraterna mesmo que muitos nem se conhecessem. A nós, enquanto Pascom, cabe a organização do encontro e poder fazer parte desse momento nos enriquece também. Foi muito bom”, analisou padre Rodrigo Ribas.


 


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| ‘Imaculada Conceição’ lembrada de forma especial em quatro paróquias da Diocese   |   Presépio dos Arautos abre neste sábado   |   aa   |   Núncios apostólicos na Diocese   |  





Publicado em: 24/11/2022

Dia diverte e orienta secretários e secretárias da Diocese

Quarto encontro reuniu representantes de 37 paróquias

 

Nem de longe o encontro dos secretários e secretárias paroquiais lembra um dia de trabalho. Apesar de contar como tal, a reunião que voltou a acontecer depois de dois anos, parece mais uma confraternização. Ainda que se fale, sim, de importantes questões da rotina da secretaria de qualquer paróquia, o clima é de descontração, de amizade e de proximidade. Das 46 paróquias da Diocese, 37 estavam representadas. Muitas mandaram mais de um colaborador. Além das secretárias paroquiais, participaram profissionais que cuidam da Pastoral de Animação Bíblico-Catequética, da Ação Evangelizadora, da Cúria Diocesana, da Caritas, além dos assessores de Comunicação e de Tecnologia da Diocese.


     “A presença de toda essa gente deu o tom de unidade, porque não dizer de sinolidade. Só temos a agradecer os párocos que motivaram e enviaram suas secretárias e secretários. Estava um ambiente super-agradável, leve. Tivemos momentos de oração, formação, dinâmicas, confraternização, binguinhos, sorteios, música. O Centro de Formação Nossa Senhora da Paz acolhe e facilita a logística. Irmãs, funcionários sempre muito atentos e à disposição, o que chama atenção dos participantes, principalmente os de primeira vez”, avaliou a coordenadora diocesana da Pastoral da Comunicação – organizadora do evento – Ivete Mazzure, que enalteceu a participação do padre Rodrigo Ribas, assessor eclesiástico da Pastoral; seminarista Iuri Nack Buss na animação e da equipe diocesana Pascom. 


     Depois do café da manhã, os secretários e secretárias foram recepcionados, oficialmente, por Ivete e padre Rodrigo. Logo após a oração inicial, padre Athanagildo Vaz Neto, chanceler e vigário judicial da Diocese, esclareceu diversos temas referentes a Batismo, Matrimônio, em especial, quanto a validade batismal, padrinhos, livro de registros, lembranças, cursos, processo de nulidade matrimonial. O vigário judicial lembrou que os processos de nulidade que já demoraram 23 anos na Diocese, hoje transcorrem em dois anos. E isso se deve a implantação do Tribunal Eclesiástico. O padre ainda respondeu diferentes questões encaminhadas pelas secretárias, antes do encontro de ontem. 


     Após o almoço, momentos de descontração e oração, com uma reflexão sobre a espiritualidade na secretaria paroquial que abordou os dez elementos fundamentais da espiritualidade do secretário e da secretária: acolhida, escuta e diálogo, discrição e silêncio, caridade e solidariedade, serviço, misericórdia e samaritaneidade, alegria e otimismo, disponibilidade, organização e diocesaneidade. O terapeuta Luiz Carlos Vantroba conduziu esse rico momento, que contou também com uma dinâmica para ressaltar a importância do ‘saber ouvir’, do conduzir e da paciência. 


     O assessor de Tecnologia da Diocese, Osmar Abel Rosa, explicou os benefícios do sistema eclesial Theos, utilizado nas secretarias paroquiais e na Cúria Diocesana, e contou um pouco do curso online de oito meses oferecido às paróquias, às terças-feiras. “Foram 105 horas/aula, que não trataram de tudo, detalhadamente, mas onde vocês puderam aprender o caminho das pedras nos módulos, nos vídeos e nas informações repassadas. Eu estou aqui para desfazer dúvidas que possam surgir”, comentou, fazendo a entrega dos certificados em seguida.


     “Gratidão pelo dia de ontem, foi maravilhoso! Como é bom esses encontros. Como levanta o astral. Às vezes, estamos meio para baixo, com a correria. Eu esperava ansiosa porque há dois anos não nos reuníamos. E foi um dia de bastante proveito. A gente adquire muita experiência, troca experiência com as outras secretárias, conhece as (secretárias) das outras paróquias e outras cidades, que, no dia a dia, manda mensagem, faz ligação, mas não conhece pessoalmente. Nesse encontro acabamos conhecendo todas elas. São coisas que vamos levar para sempre. Nunca esqueço que um dia o bispo, em um desses encontros, nos disse que somos o cartão postal das paróquias. Isso nos deixa mais animado e nos faz atender as pessoas com ainda mais amor, carinho”, afirmou Denise Januário Mendes, secretária há nove anos na Paroquial Paróquia Cristo Rei, de Ivaí. 


     “Encontro maravilhoso! Momentos de grande aprendizado, orientações e divertimento. Parabéns aos organizadores pela receptividade, empenho e dedicação. Deus abençoe o sim de cada um”, ressaltou Soleni do Rocio Walter (Sol), que está há 11 meses na secretaria da Paróquia São João Batista, de Irati. “Os encontros com as (os) secretárias (os) são sempre muito produtivos, tanto para os participantes quanto para os organizadores. Do encontro desse ano eu destaco o grande interesse em aprender sempre mais, além da convivência fraterna mesmo que muitos nem se conhecessem. A nós, enquanto Pascom, cabe a organização do encontro e poder fazer parte desse momento nos enriquece também. Foi muito bom”, analisou padre Rodrigo Ribas.


 


Diocede Ponta Grossa
A dinâmica divertiu e levou todos a refletirem   |   Osmar Abel Rosa

Diocede Ponta Grossa
Padre Athanagildo tirou as dúvidas das secretárias   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Ivete: “momento de sinodalidade”   |   Osmar Abel Rosa

Diocede Ponta Grossa
Um binguinho divertiu e premiou os participantes   |   Osmar Abel Rosa

Diocede Ponta Grossa
Osmar, assessor de Tecnologia da Diocese   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Todos com os certificados em mãos   |   AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
O seminarista Iuri foi o responsável pela música   |   Osmar Abel Rosa

Diocede Ponta Grossa
Secretárias e secretárias ao lado da equipe organizadora do encontro   |   Osmar Abel Rosa


Navegue até a sua Paróquia