DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA


SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 24/03/2021

Ação repassa primeiras cestas básicas

‘Quem Tem Fome, Tem Pressa’ conta com sua doação

 
As entregas começaram a ser feitas já na segunda-feira, informaram Gilson e Guilherme As entregas começaram a ser feitas já na segunda-feira, informaram Gilson e Guilherme | Crédito: Assessoria de Comunicação Cáritas e Mandato Coletivo do PSOL

     Sobre o mundo pós-pandemia do Coronavírus o Papa Francisco afirmou em mensagem no 65º Congresso de Educação Religiosa nos Estados Unidos, em fevereiro: “devemos agir com o estilo do samaritano, o que implica deixar-me atingir pelo que vejo, sabendo que o sofrimento me mudará, e devo me comprometer com o sofrimento do outro. Os testemunhos de amor generoso e gratuito, que testemunhamos ao longo destes meses, deixaram uma marca indelével nas consciências e também no tecido social, ensinando que a proximidade, o cuidado, o acompanhamento e o sacrifício são necessários para alimentar a fraternidade. Das crises nunca saímos iguais”.

     A reflexão do Papa, que nos coloca ser nas crises que cada pessoa revela o seu coração: a sua solidez, a sua misericórdia, a sua grandeza e a sua pequenez, é uma oportunidade importante para percebermos que os momentos de crise apresentam a cada cristão “a necessidade de escolher, de optar e nos comprometer com um caminho”, ressalta. E, neste momento de penúria enfrentado por tantas famílias, a ação solidária Quem Tem Fome, Tem Pressa, desenvolvida pela Cáritas Diocesana tem procurado fazer a diferença. As primeiras 50 cestas básicas foram entregues essa semana.

     Até esta quarta-feira (24), 173 cadastros constavam da lista da Cáritas. São migrantes, famílias em situação de vulnerabilidade social que procuram ajuda via pastorais e paróquias. “Através dos contatos que nós já temos de famílias atendidas pela Cáritas também estamos recebendo da Pastoral da Criança, que acompanha muitas famílias, o contato das que estão passando por necessidade, e, também, as paróquias que têm alguma família que não tem conseguido atender”, explica o presidente da Cáritas Diocesana, Gilson Camilo da Silva.

     De acordo com Gilson Silva, o repasse é feito por ordem de chegada, a partir do recebimento das doações. “Montamos as primeiras 50 cestas. Semana que vem vão ser montadas outras 50, conforme tivermos condições financeiras. A ideia é entregar semanalmente as cestas básicas. Vamos comprando e entregando”, acrescenta o presidente da Cáritas. Para o representante do Mandato Coletivo do PSOL, Guilherme Mazer, é muito importante que todos façam parte dessa ação. “São famílias que estão em situação de dificuldade econômica e precisam de uma força neste momento”, enfatiza.

      Segundo Mazer, o projeto envolve também outros grupos e coletivos. “Estamos usando os recursos doados em conta para adquirir os produtos de agricultores familiares da região, que também estão doando alguns produtos, e, o que não tem na agricultura familiar, estamos buscando nos mercados. Foram arrecadados mais de R$ 15 mil até agora. Temos recurso para mais uma semana de campanha”, informa, citando que entende o papel do poder público na assistência social para garantir comida parar essas pessoas, “mas como diz o mote da campanha, ‘Quem Tem Fome, Tem Pressa’ e quem é solidário tem de fazer a sua parte”.

     Nas cestas são entregues 5 quilos de arroz e de trigo, 3 quilos de feijão e de açúcar, 900 gramas de macarrão, 500 gramas de café, uma lata de óleo de soja, uma dúzia e meia de ovos, 3 latas de massa de tomate, 2 latas de sardinhas grandes, 6 litros de leite, 2 cremes dentais, 4 sabonetes, 4 rolos de papel higiênico, um detergente de louça, uma caixa de sabão em pó e um litro de água sanitária. As doações podem ser feitas no banco Sicredi, agência 0730, conta corrente 26737-9 Pix 09.013.770/0001-43 (CNPJ), Cáritas Diocesana de Ponta Grossa. Doe qualquer valor. Toda ajuda é importante.


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Diocese adere à ação contra a violência a idosos   |   Monumento à Bíblia: marco de fé   |   ‘Mega Cartelão’ sorteará prêmios em dinheiro   |   Curso de líderes forma primeira turma   |  





Publicado em: 24/03/2021

Ação repassa primeiras cestas básicas

‘Quem Tem Fome, Tem Pressa’ conta com sua doação

 

     Sobre o mundo pós-pandemia do Coronavírus o Papa Francisco afirmou em mensagem no 65º Congresso de Educação Religiosa nos Estados Unidos, em fevereiro: “devemos agir com o estilo do samaritano, o que implica deixar-me atingir pelo que vejo, sabendo que o sofrimento me mudará, e devo me comprometer com o sofrimento do outro. Os testemunhos de amor generoso e gratuito, que testemunhamos ao longo destes meses, deixaram uma marca indelével nas consciências e também no tecido social, ensinando que a proximidade, o cuidado, o acompanhamento e o sacrifício são necessários para alimentar a fraternidade. Das crises nunca saímos iguais”.

     A reflexão do Papa, que nos coloca ser nas crises que cada pessoa revela o seu coração: a sua solidez, a sua misericórdia, a sua grandeza e a sua pequenez, é uma oportunidade importante para percebermos que os momentos de crise apresentam a cada cristão “a necessidade de escolher, de optar e nos comprometer com um caminho”, ressalta. E, neste momento de penúria enfrentado por tantas famílias, a ação solidária Quem Tem Fome, Tem Pressa, desenvolvida pela Cáritas Diocesana tem procurado fazer a diferença. As primeiras 50 cestas básicas foram entregues essa semana.

     Até esta quarta-feira (24), 173 cadastros constavam da lista da Cáritas. São migrantes, famílias em situação de vulnerabilidade social que procuram ajuda via pastorais e paróquias. “Através dos contatos que nós já temos de famílias atendidas pela Cáritas também estamos recebendo da Pastoral da Criança, que acompanha muitas famílias, o contato das que estão passando por necessidade, e, também, as paróquias que têm alguma família que não tem conseguido atender”, explica o presidente da Cáritas Diocesana, Gilson Camilo da Silva.

     De acordo com Gilson Silva, o repasse é feito por ordem de chegada, a partir do recebimento das doações. “Montamos as primeiras 50 cestas. Semana que vem vão ser montadas outras 50, conforme tivermos condições financeiras. A ideia é entregar semanalmente as cestas básicas. Vamos comprando e entregando”, acrescenta o presidente da Cáritas. Para o representante do Mandato Coletivo do PSOL, Guilherme Mazer, é muito importante que todos façam parte dessa ação. “São famílias que estão em situação de dificuldade econômica e precisam de uma força neste momento”, enfatiza.

      Segundo Mazer, o projeto envolve também outros grupos e coletivos. “Estamos usando os recursos doados em conta para adquirir os produtos de agricultores familiares da região, que também estão doando alguns produtos, e, o que não tem na agricultura familiar, estamos buscando nos mercados. Foram arrecadados mais de R$ 15 mil até agora. Temos recurso para mais uma semana de campanha”, informa, citando que entende o papel do poder público na assistência social para garantir comida parar essas pessoas, “mas como diz o mote da campanha, ‘Quem Tem Fome, Tem Pressa’ e quem é solidário tem de fazer a sua parte”.

     Nas cestas são entregues 5 quilos de arroz e de trigo, 3 quilos de feijão e de açúcar, 900 gramas de macarrão, 500 gramas de café, uma lata de óleo de soja, uma dúzia e meia de ovos, 3 latas de massa de tomate, 2 latas de sardinhas grandes, 6 litros de leite, 2 cremes dentais, 4 sabonetes, 4 rolos de papel higiênico, um detergente de louça, uma caixa de sabão em pó e um litro de água sanitária. As doações podem ser feitas no banco Sicredi, agência 0730, conta corrente 26737-9 Pix 09.013.770/0001-43 (CNPJ), Cáritas Diocesana de Ponta Grossa. Doe qualquer valor. Toda ajuda é importante.


Diocede Ponta Grossa
As entregas começaram a ser feitas já na segunda-feira, informaram Gilson e Guilherme   |   Assessoria de Comunicação Cáritas e Mandato Coletivo do PSOL

Diocede Ponta Grossa
Nas cestas, além de comida, há artigos de higiene e limpeza   |   Assessoria de Comunicação Cáritas e Mandato Coletivo do PSOL

Diocede Ponta Grossa
Há mais de 170 famílias aguardando ajuda para conseguir comer. Ajude!   |   Assessoria de Comunicação Cáritas e Mandato Coletivo do PSOL

Diocede Ponta Grossa
Nas cestas, além de comida, há artigos de higiene e limpeza   |   Assessoria de Comunicação Cáritas e Mandato Coletivo do PSOL


Navegue até a sua Paróquia