DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA



SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 26/04/2022

Comissão de Liturgia inicia formações setoriais

Agentes pastorais do Setor 1 abriram série de encontros

 
Os integrantes da Comissão abordaram todos os momentos da celebração Os integrantes da Comissão abordaram todos os momentos da celebração | Crédito: Comissão Diocesana de Liturgia e Canto Pastoral

A Comissão Diocesana de Liturgia e Canto Pastoral fará uma série de formações pelos oito Setores da Diocese, reunindo os agentes pastorais que servem nos dois ministérios nas paróquias. Serão trabalhados temas como a participação na Eucaristia, conforme a Instrução Geral do Missal Romano, a escolha de cantos litúrgicos e repassadas dicas quanto a parte prática celebrativa: postura, leitura, comentários. O primeiro encontro aconteceu na noite de ontem (25), na Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Ponta Grossa. O próximo ocorrerá dia 23 de maio, na Paróquia Espírito Santo, também em Ponta Grossa, com agentes do Setor 2.


     Na formação de ontem, participaram representantes do Setor 1: Reitoria do Sagrado Coração de Jesus e paróquias Nossa Senhora do Rosário, Nossa Senhora do Pilar, Santo Antônio, São José, Nossa Senhora Medianeira e Imaculada Conceição, de Carambeí. “Louvado seja Deus pelas nossas equipes paroquiais de Liturgia e Canto Pastoral. Foi ótima a participação”, comemora o assessor da Comissão Diocesana de Liturgia e Canto Pastoral, padre Alvaro Martins Nortok, citando que perto de 150 pessoas participaram. “O encontro foi proveitoso, uma luz no aprendizado. Obrigado Senhor! ”, avaliava Geni Hegler Kachinski. 


     Dos pontos abordados, de acordo com padre Alvaro, a constituição sobre a Liturgia Sacrosanctum Concilium número 11 diz sobre a participação dos fiéis, que, para assegurar a eficácia plena, é necessário que a assembleia celebre a Liturgia com retidão de espírito, uma a sua mente às palavras que pronuncia, coopere com a graça de Deus, não aconteça de a receber em vão. “Por conseguinte, devem os pastores de almas vigiar porque não só se observem, na ação litúrgica, as leis que regulam a celebração válida e lícita, mas também que os fiéis participem nela consciente, ativa e frutuosamente”, orienta a Constituição Conciliar.


      Os encontros usarão como material de apoio os slides e apostila disponíveis, também as partituras e cifras das músicas ensinadas no dia. 


 


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Festa das Nações: programação será completa este ano   |   Projeto troca recicláveis por cadeiras de rodas   |   Pastoral da Criança retoma os ‘encontrões’   |   Pastoral da Sobriedade: Catedral Sant’Ana cria grupo de autoajuda   |  





Publicado em: 26/04/2022

Comissão de Liturgia inicia formações setoriais

Agentes pastorais do Setor 1 abriram série de encontros

 

A Comissão Diocesana de Liturgia e Canto Pastoral fará uma série de formações pelos oito Setores da Diocese, reunindo os agentes pastorais que servem nos dois ministérios nas paróquias. Serão trabalhados temas como a participação na Eucaristia, conforme a Instrução Geral do Missal Romano, a escolha de cantos litúrgicos e repassadas dicas quanto a parte prática celebrativa: postura, leitura, comentários. O primeiro encontro aconteceu na noite de ontem (25), na Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Ponta Grossa. O próximo ocorrerá dia 23 de maio, na Paróquia Espírito Santo, também em Ponta Grossa, com agentes do Setor 2.


     Na formação de ontem, participaram representantes do Setor 1: Reitoria do Sagrado Coração de Jesus e paróquias Nossa Senhora do Rosário, Nossa Senhora do Pilar, Santo Antônio, São José, Nossa Senhora Medianeira e Imaculada Conceição, de Carambeí. “Louvado seja Deus pelas nossas equipes paroquiais de Liturgia e Canto Pastoral. Foi ótima a participação”, comemora o assessor da Comissão Diocesana de Liturgia e Canto Pastoral, padre Alvaro Martins Nortok, citando que perto de 150 pessoas participaram. “O encontro foi proveitoso, uma luz no aprendizado. Obrigado Senhor! ”, avaliava Geni Hegler Kachinski. 


     Dos pontos abordados, de acordo com padre Alvaro, a constituição sobre a Liturgia Sacrosanctum Concilium número 11 diz sobre a participação dos fiéis, que, para assegurar a eficácia plena, é necessário que a assembleia celebre a Liturgia com retidão de espírito, uma a sua mente às palavras que pronuncia, coopere com a graça de Deus, não aconteça de a receber em vão. “Por conseguinte, devem os pastores de almas vigiar porque não só se observem, na ação litúrgica, as leis que regulam a celebração válida e lícita, mas também que os fiéis participem nela consciente, ativa e frutuosamente”, orienta a Constituição Conciliar.


      Os encontros usarão como material de apoio os slides e apostila disponíveis, também as partituras e cifras das músicas ensinadas no dia. 


 


Diocede Ponta Grossa
Os integrantes da Comissão abordaram todos os momentos da celebração   |   Comissão Diocesana de Liturgia e Canto Pastoral

Diocede Ponta Grossa
Os agentes estavam atentos às orientações   |   Comissão Diocesana de Liturgia e Canto Pastoral

Diocede Ponta Grossa
Padre Alvaro comemorou o interesse dos agentes pastorais   |   Comissão Diocesana de Liturgia e Canto Pastoral

Diocede Ponta Grossa
Os participantes fizeram perguntas e desfizeram dúvidas   |   Comissão Diocesana de Liturgia e Canto Pastoral


Navegue até a sua Paróquia