DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA



SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 16/05/2022

‘Nossa Senhora dos Remédios’ faz 176 anos

Missa em ação de graças será celebrada hoje

 
A procissão do dia da padroeira, em 27 de outubro A procissão do dia da padroeira, em 27 de outubro | Crédito: Pascom Paróquia Nossa Senhora dos Remédios

A Paróquia Nossa Senhora dos Remédios, de Tibagi, comemora hoje (16) 176 anos de sua criação. Uma missa em ação de graças acontecerá às 19 horas, na igreja-matriz para lembrar a data. A paróquia foi criada em 16 de maio de 1846 e instalada oficialmente em 1851, segundo consta no Livro Tombo da Paróquia Sant’Ana, de Castro, da onde a comunidade se desmembrou. Ambas pertenciam à Diocese de São Paulo, na época. O primeiro pároco foi o frei Gaudêncio de Gênova, da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, que trabalhou na igreja de l846 até 1871, quando faleceu. 


     Foi frei Gaudêncio que iniciou a construção da capela de alvenaria e que mandou vir do Rio de Janeiro uma imagem de Nossa Senhora dos Remédios. A igreja matriz, idealizada e construída pelo frei, serviu por mais de sete décadas à comunidade, mas já não mais comportava o número de fiéis que assistiam às missas. Desse modo, em meados de 1936, pôs-se abaixo o edifício, construindo outro sob a administração do padre Francis Dotzler, da Congregação do Santíssimo Redentor. A atual matriz foi construída aproveitando as paredes laterais da antiga e erguendo duas torres na frente do templo religioso. No dia 20 de junho de 1943, foi inaugurada, durante as novenas e festejos de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Padre Arthur Linch abençoou o novo templo.


     Além da matriz, os redentoristas empenharam-se na edificação de uma casa paroquial, servindo também como centro de formação para seminaristas da congregação. O edifício foi cedido à Mitra Diocesana na década de 1990, a qual permutou o imóvel com o Município, para que ele abrigasse a atual Prefeitura de Tibagi, designada ‘Palácio do Diamante’. Mas os padres diocesanos só viriam, contemporaneamente, a assumir a paróquia na última década do século passado, havendo a atuação dos Servos da Eucaristia na comunidade por um curto período de tempo. Em 176 anos de história, passaram pela paróquia 37 párocos, assistidos por outros tantos vigários. Serviram também na Nossa Senhora dos Remédios religiosos da Congregação dos Missionários de São Carlos e da Congregação dos Sagrados Estigmas. 


 


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Jovem da Diocese de Ponta Grossa vai representar o Paraná em missão nacional   |   hightech   |   tesdtetetetete   |   Tibagi tem relíquias de nova santa católica   |  





Publicado em: 16/05/2022

‘Nossa Senhora dos Remédios’ faz 176 anos

Missa em ação de graças será celebrada hoje

 

A Paróquia Nossa Senhora dos Remédios, de Tibagi, comemora hoje (16) 176 anos de sua criação. Uma missa em ação de graças acontecerá às 19 horas, na igreja-matriz para lembrar a data. A paróquia foi criada em 16 de maio de 1846 e instalada oficialmente em 1851, segundo consta no Livro Tombo da Paróquia Sant’Ana, de Castro, da onde a comunidade se desmembrou. Ambas pertenciam à Diocese de São Paulo, na época. O primeiro pároco foi o frei Gaudêncio de Gênova, da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, que trabalhou na igreja de l846 até 1871, quando faleceu. 


     Foi frei Gaudêncio que iniciou a construção da capela de alvenaria e que mandou vir do Rio de Janeiro uma imagem de Nossa Senhora dos Remédios. A igreja matriz, idealizada e construída pelo frei, serviu por mais de sete décadas à comunidade, mas já não mais comportava o número de fiéis que assistiam às missas. Desse modo, em meados de 1936, pôs-se abaixo o edifício, construindo outro sob a administração do padre Francis Dotzler, da Congregação do Santíssimo Redentor. A atual matriz foi construída aproveitando as paredes laterais da antiga e erguendo duas torres na frente do templo religioso. No dia 20 de junho de 1943, foi inaugurada, durante as novenas e festejos de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Padre Arthur Linch abençoou o novo templo.


     Além da matriz, os redentoristas empenharam-se na edificação de uma casa paroquial, servindo também como centro de formação para seminaristas da congregação. O edifício foi cedido à Mitra Diocesana na década de 1990, a qual permutou o imóvel com o Município, para que ele abrigasse a atual Prefeitura de Tibagi, designada ‘Palácio do Diamante’. Mas os padres diocesanos só viriam, contemporaneamente, a assumir a paróquia na última década do século passado, havendo a atuação dos Servos da Eucaristia na comunidade por um curto período de tempo. Em 176 anos de história, passaram pela paróquia 37 párocos, assistidos por outros tantos vigários. Serviram também na Nossa Senhora dos Remédios religiosos da Congregação dos Missionários de São Carlos e da Congregação dos Sagrados Estigmas. 


 


Diocede Ponta Grossa
A procissão do dia da padroeira, em 27 de outubro   |   Pascom Paróquia Nossa Senhora dos Remédios

Diocede Ponta Grossa
Mesmo criada em 1876, a instituição só se deu com a chegada do primeiro pároco em 1851   |   Arquivo Paróquia Nossa Senhora dos Remédios


Navegue até a sua Paróquia