DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA



SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 02/06/2022

Catedral: ‘Arraiá da Vovó Sant’Ana’ será sábado

Este ano, confraternização vai ser aberta ao público

 
O ‘arraiá’ prepara os fiéis para a festa da padroeira, em julho O ‘arraiá’ prepara os fiéis para a festa da padroeira, em julho | Crédito: Arquivo AssCom Diocese de Ponta Grossa

     Neste sábado (4), já pensando na festa em honra a avó de Jesus, a paróquia/Catedral Sant’Ana realiza o ‘Arraiá da Vovó Sant’Ana’, com atrações das 10 às 19 horas, no pátio lateral da igreja. Serão montadas barracas para a comercialização de quentão, pastel, espetinho, bolo, cachorro quente e refrigerante.  Os valores vão variar de R$ 5 a R$ 14. A promoção servirá como lançamento da Festa de Sant’Ana, programada para entre 23 e 26 de julho, com tríduo celebrativo e a participação de todas as paróquias de Ponta Grossa, comemoração do 13º ano de dedicação da Catedral e o tradicional almoço.


     Ainda dentro da programação do ‘Arraiá da Vovó Sant’Ana’ haverá a missa de encerramento da fase diocesana do Sínodo, às 16 horas, com a presença de representantes de toda a Diocese, e missa de Pentecostes, às 19 horas. “Com a volta das festas presenciais, ainda que com cautela, vamos aproveitar o momento para confraternizar na ‘casa da vovó’, com toda a cidade. Com a proximidade dos 200 anos da paróquia, queremos resgatar a antiga devoção a Sant’Ana, padroeira da cidade e da Catedral, para que o povo da cidade possa ir mais até a igreja, que sempre tem lugar para todos, seja como visitante seja como membro de pastoral”, afirma Bruno Mansani Sad, eleito recentemente coordenador do Conselho Pastoral Paroquial. Ele lembra que, em outros anos, o ‘arraiá’ era voltado apenas para os integrantes das pastorais. “Esse ano será aberto ao público. A última vez que foi aberto assim foi em 2012”, acrescenta.


     De acordo Bruno Mansani, na presidência do Conselho ele pretende trabalhar em comunhão com todas as pastorais, a partir das necessidades da paróquia “para sempre estarmos evoluindo espiritualmente e crescendo na fé”, destaca. O CPP tem a tarefa de conduzir as pastorais ao encontro da comunidade para que todos, em harmonia, possam desenvolver trabalhos sociais, culturais, de espiritualidade e, junto com os coordenadores de pastorais, analisar as necessidades da paróquia e trabalhar em cima delas.


200 anos


     Semana passada foi escolhida e apresentada aos integrantes do Conselho a logomarca festiva dos 200 anos da Paróquia Sant’Ana. A marca será utilizada, a partir deste mês, em todas as publicações e mídias da paróquia, segundo Mansani. A marca foi desenvolvida pela integrante da Pastoral da Comunicação, Caroline Franceschini, acadêmica do curso de Administração com enfoque em Marketing. 


     “No centro é a representação de um dos lados dos vitrais da Catedral, com os vidros em azul e o mosaico de Sant’Ana no centro”, explica Caroline, contando que em suas pesquisas descobriu que as pessoas relacionam os vitrais da Catedral às asas de um pavão. “Chamam, na verdade, a igreja de ‘a igreja do pavão’ devido ao formato dos vitrais. E eu vi que teria que trabalhar com isso. Procurei imagem de Sant’Ana, mas não encontrei nada que ornasse com a ideia da arte, nem que harmonizasse com o todo. Preferi o contorno e o uso de cores mais fortes, como o azul mais escuro. Ficou mais interessante, destacou o fato de todos enxergarem a Catedral como azul. Queria também uma logo redonda porque, na minha percepção, a catedral é redonda. Apesar que, de cima, pareça quadrada, totalmente simétrica, de lado e de todos os ângulos que você for olhar vê mais características circulares e curvas”, detalha. 


 


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Missa celebra jubileu de convento   |   50 anos do Convento Espírito Santo   |   Diocese de Ponta Grossa vai enviar 25 participantes à Assembleia do Povo de Deus   |   Institutos Seculares se reúnem em Ponta Grossa   |  





Publicado em: 02/06/2022

Catedral: ‘Arraiá da Vovó Sant’Ana’ será sábado

Este ano, confraternização vai ser aberta ao público

 

     Neste sábado (4), já pensando na festa em honra a avó de Jesus, a paróquia/Catedral Sant’Ana realiza o ‘Arraiá da Vovó Sant’Ana’, com atrações das 10 às 19 horas, no pátio lateral da igreja. Serão montadas barracas para a comercialização de quentão, pastel, espetinho, bolo, cachorro quente e refrigerante.  Os valores vão variar de R$ 5 a R$ 14. A promoção servirá como lançamento da Festa de Sant’Ana, programada para entre 23 e 26 de julho, com tríduo celebrativo e a participação de todas as paróquias de Ponta Grossa, comemoração do 13º ano de dedicação da Catedral e o tradicional almoço.


     Ainda dentro da programação do ‘Arraiá da Vovó Sant’Ana’ haverá a missa de encerramento da fase diocesana do Sínodo, às 16 horas, com a presença de representantes de toda a Diocese, e missa de Pentecostes, às 19 horas. “Com a volta das festas presenciais, ainda que com cautela, vamos aproveitar o momento para confraternizar na ‘casa da vovó’, com toda a cidade. Com a proximidade dos 200 anos da paróquia, queremos resgatar a antiga devoção a Sant’Ana, padroeira da cidade e da Catedral, para que o povo da cidade possa ir mais até a igreja, que sempre tem lugar para todos, seja como visitante seja como membro de pastoral”, afirma Bruno Mansani Sad, eleito recentemente coordenador do Conselho Pastoral Paroquial. Ele lembra que, em outros anos, o ‘arraiá’ era voltado apenas para os integrantes das pastorais. “Esse ano será aberto ao público. A última vez que foi aberto assim foi em 2012”, acrescenta.


     De acordo Bruno Mansani, na presidência do Conselho ele pretende trabalhar em comunhão com todas as pastorais, a partir das necessidades da paróquia “para sempre estarmos evoluindo espiritualmente e crescendo na fé”, destaca. O CPP tem a tarefa de conduzir as pastorais ao encontro da comunidade para que todos, em harmonia, possam desenvolver trabalhos sociais, culturais, de espiritualidade e, junto com os coordenadores de pastorais, analisar as necessidades da paróquia e trabalhar em cima delas.


200 anos


     Semana passada foi escolhida e apresentada aos integrantes do Conselho a logomarca festiva dos 200 anos da Paróquia Sant’Ana. A marca será utilizada, a partir deste mês, em todas as publicações e mídias da paróquia, segundo Mansani. A marca foi desenvolvida pela integrante da Pastoral da Comunicação, Caroline Franceschini, acadêmica do curso de Administração com enfoque em Marketing. 


     “No centro é a representação de um dos lados dos vitrais da Catedral, com os vidros em azul e o mosaico de Sant’Ana no centro”, explica Caroline, contando que em suas pesquisas descobriu que as pessoas relacionam os vitrais da Catedral às asas de um pavão. “Chamam, na verdade, a igreja de ‘a igreja do pavão’ devido ao formato dos vitrais. E eu vi que teria que trabalhar com isso. Procurei imagem de Sant’Ana, mas não encontrei nada que ornasse com a ideia da arte, nem que harmonizasse com o todo. Preferi o contorno e o uso de cores mais fortes, como o azul mais escuro. Ficou mais interessante, destacou o fato de todos enxergarem a Catedral como azul. Queria também uma logo redonda porque, na minha percepção, a catedral é redonda. Apesar que, de cima, pareça quadrada, totalmente simétrica, de lado e de todos os ângulos que você for olhar vê mais características circulares e curvas”, detalha. 


 


Diocede Ponta Grossa
O ‘arraiá’ prepara os fiéis para a festa da padroeira, em julho   |   Arquivo AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
Os belos vitrais que, para muitos, lembram a asa do pavão   |   Arquivo AssCom Diocese de Ponta Grossa

Diocede Ponta Grossa
A logo que será usada em todas as publicações da Catedral   |   Pascom Catedral


Navegue até a sua Paróquia