DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA



SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 06/07/2022

Passeios pela Catedral devem ir até dezembro

Procura antecipou em uma semana as visitas

 
Visitantes sobem os mais de 220 degraus para chegar a cúpula Visitantes sobem os mais de 220 degraus para chegar a cúpula | Crédito: Osmar Abel Rosa

      A grande procura pelos passeios dentro da Paróquia/Catedral Sant’Ana fará com que as visitas guiadas, iniciadas no dia último dia 30, continuem acontecendo até o final do ano. A ideia original era realizar os roteiros pela igreja apenas neste mês de julho, toda a terça e quinta-feira, às 16 horas. Mas, o interesse foi tanto que os passeios acabaram sendo antecipados – para o dia 30 de junho – e tivessem o prazo prorrogado. Na segunda-feira (4), três turistas fizeram o tour, entre eles, um israelense, e, ontem, oito moradores de Ponta Grossa conheceram a nave principal, a Capela do Santíssimo, o acervo diocesano, a cripta, a cúpula da igreja e a Loja Vovó Sant’Ana.


     As visitas guiadas duram de uma hora a uma hora e meia, para grupos de até dez pessoas, acompanhadas por um guia. Custam R$ 20 e precisam ser agendadas previamente pelo WhatsApp da paróquia: 3224-0143. Segundo a coordenadora da Pastoral do Patrimônio e Assuntos Culturais da paróquia, Alessandra Soares de Freitas, as pessoas ficaram surpresas com os artigos do museu e maravilhados com a vista da cúpula. “Devido a procura tivemos que abrir vagas antes do anunciado. Sempre temos grupos de pessoas que vêm nos procurar para fazer a visita. Na segunda-feira mesmo, eu levei um grupo de Israel, junto com uma brasileira. O passeio está sendo finalizado na Loja da Vovó Sant’Ana”, comenta.


     “Minha avaliação é muito positiva. É muito bom poder passar um pouco mais de conhecimento acerca da Catedral e da cidade de Ponta Grossa para os visitantes. Como estamos tendo bastante procura estamos cogitando deixar até o final do ano. Seria só em julho por causa da Festa de Sant’Ana, mas, estamos pensando em estender para dar mais oportunidade de outras pessoas virem visitar”, adianta Alessandra, citando que os passeios, a partir de agosto, devem ocorrer uma vez por semana.


     Na cúpula, ponto que mais chama a atenção do visitante, pode-se ver a cidade a 60 metros de altura. São 223 degraus para chegar até lá. Os turistas ainda conhecem o mobiliário e paramentos que vestiram os bispos dom Antônio Mazzarotto e dom Geraldo Micheletto Pellanda, no museu por exemplo. Na Loja Vovó Sant’Ana, que funciona anexa à Catedral, podem ser comprados souvernirs diversos, de rosários, marcadores de página, capas de bíblia, peças bordadas e com pedrarias, livros, agendas, calendários a chaveiros.


 


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Enviado 1º conselho missionário da Diocese   |   Dia de São Francisco terá bênção de animais   |   Paróquias refletem sobre a Igreja em Missão   |   Assembleia fortalece a evangelização   |  





Publicado em: 06/07/2022

Passeios pela Catedral devem ir até dezembro

Procura antecipou em uma semana as visitas

 

      A grande procura pelos passeios dentro da Paróquia/Catedral Sant’Ana fará com que as visitas guiadas, iniciadas no dia último dia 30, continuem acontecendo até o final do ano. A ideia original era realizar os roteiros pela igreja apenas neste mês de julho, toda a terça e quinta-feira, às 16 horas. Mas, o interesse foi tanto que os passeios acabaram sendo antecipados – para o dia 30 de junho – e tivessem o prazo prorrogado. Na segunda-feira (4), três turistas fizeram o tour, entre eles, um israelense, e, ontem, oito moradores de Ponta Grossa conheceram a nave principal, a Capela do Santíssimo, o acervo diocesano, a cripta, a cúpula da igreja e a Loja Vovó Sant’Ana.


     As visitas guiadas duram de uma hora a uma hora e meia, para grupos de até dez pessoas, acompanhadas por um guia. Custam R$ 20 e precisam ser agendadas previamente pelo WhatsApp da paróquia: 3224-0143. Segundo a coordenadora da Pastoral do Patrimônio e Assuntos Culturais da paróquia, Alessandra Soares de Freitas, as pessoas ficaram surpresas com os artigos do museu e maravilhados com a vista da cúpula. “Devido a procura tivemos que abrir vagas antes do anunciado. Sempre temos grupos de pessoas que vêm nos procurar para fazer a visita. Na segunda-feira mesmo, eu levei um grupo de Israel, junto com uma brasileira. O passeio está sendo finalizado na Loja da Vovó Sant’Ana”, comenta.


     “Minha avaliação é muito positiva. É muito bom poder passar um pouco mais de conhecimento acerca da Catedral e da cidade de Ponta Grossa para os visitantes. Como estamos tendo bastante procura estamos cogitando deixar até o final do ano. Seria só em julho por causa da Festa de Sant’Ana, mas, estamos pensando em estender para dar mais oportunidade de outras pessoas virem visitar”, adianta Alessandra, citando que os passeios, a partir de agosto, devem ocorrer uma vez por semana.


     Na cúpula, ponto que mais chama a atenção do visitante, pode-se ver a cidade a 60 metros de altura. São 223 degraus para chegar até lá. Os turistas ainda conhecem o mobiliário e paramentos que vestiram os bispos dom Antônio Mazzarotto e dom Geraldo Micheletto Pellanda, no museu por exemplo. Na Loja Vovó Sant’Ana, que funciona anexa à Catedral, podem ser comprados souvernirs diversos, de rosários, marcadores de página, capas de bíblia, peças bordadas e com pedrarias, livros, agendas, calendários a chaveiros.


 


Diocede Ponta Grossa
Visitantes sobem os mais de 220 degraus para chegar a cúpula   |   Osmar Abel Rosa

Diocede Ponta Grossa
A beleza da Catedral chama a atenção de todos   |   Osmar Abel Rosa

Diocede Ponta Grossa
Objetos e paramentos podem ser vistos no museu diocesano   |   Osmar Abel Rosa

Diocede Ponta Grossa
Alessandra acompanha os visitantes, explicando o roteiro   |   Osmar Abel Rosa

Diocede Ponta Grossa
A cripta também faz parte do passeio   |   Osmar Abel Rosa

Diocede Ponta Grossa
As cores da Capela do Santíssimo   |   Osmar Abel Rosa

Diocede Ponta Grossa
No grupo de ontem, os aventureiros de muito bom humor   |   Osmar Abel Rosa


Navegue até a sua Paróquia