DIOCESE  DE  PONTA  GROSSA



SOBRE
   História
   Fundação
   Bula Pontifícia


ESTRUTURA
   Colégio Consultores
   Conselho Presbiteral
   Seminários Diocesanos
   Casas para Encontros


Publicado em: 16/08/2022

Padroeira festejada por nove dias

Nossa Senhora do Monte Claro é celebrada dia 26

 
Paróquia festeja sua padroeira a partir desta quarta-feira Paróquia festeja sua padroeira a partir desta quarta-feira | Crédito: Pascom Paróquia Nossa Senhora do Monte Claro

Agosto, além de ser um mês dedicado pelos católicos às vocações, na Paróquia Nossa Senhora do Monte Claro, na Colônia Dona Luiza, em Ponta Grossa, ele é ainda mais especial. Os fieis comemoram também o aniversário da paróquia – da 26 – e o aniversário sacerdotal do pároco, padre Gilberto de Andrade Torquato, que, em 2022, completou 17 anos como presbítero. Depois de dois anos sem grandes festejos, a paróquia organizou um mês inteiro, recheado de eventos e celebrações. 


     Ordenado no Dia do Padre, padre Gilberto, que cresceu no território da Paróquia Nossa Senhora do Monte Claro, no bairro do Botafogo, no Rio de Janeiro, se viu, há seis anos, voltando, de certa forma, ao lar. Como forma de gratidão, o pároco vem realizando inúmeras obras de evangelização. Neste ano, em especial, sentiu que precisava propagar mais a fé pela Virgem do Monte Claro. Em razão disso, ao invés do tradicional ‘tríduo da padroeira’, será celebrada a ‘novena da padroeira’. “Nove dias consecutivos de festa para trazer aos paroquianos o conhecimento da história, de quem é Nossa Senhora do Monte Claro. Sua origem, a linda história que cerca sua devoção. Fui observando que muitos desconhecem a real história de nossa padroeira e mãe dessa paróquia”, comenta o pároco.


     Serão nove dias ininterruptos de festejo, iniciando nesta quarta-feira (17) e findando no dia 26 – dia da padroeira e aniversário de nossa paróquia – com a missa solene. A cada celebração, a presença de sacerdotes que servem na Diocese de Ponta Grossa. Ao término das missas, será apresentado um pouco da história da Santa Negra Polonesa, a devoção de São João Paulo II, e a vinda do ícone até nossa matriz. “A história é belíssima e seu conteúdo de uma riqueza incalculável. Mas, não vou adiantar nada. Venham! Participem desses nove dias. Tenho certeza de que ao final ficarão encantados! ”, aconselha. Para este mês vocacional foram confeccionados itens com o ícone da padroeira. Dentre eles, a capelinha, que tem a pretensão de unir as famílias da comunidade em oração.


     Os objetos serão vendidos ao término das missas e na secretaria paroquial, durante a semana. Todo o valor das vendas será revertido para a construção do Centro Catequético Padre Vitoldo Dimitrowiscz, em homenagem ao primeiro sacerdote da comunidade, e para o oratório da Virgem do Monte Claro, que ficará no pátio da Matriz. “O preço das capelinhas é um valor simbólico e todos poderão adquirir mesmo nesses tempos difíceis que enfrentamos. A união de todos com certeza fará a diferença”, ressalta padre Gilberto. Ele ainda destaca que ambas as obras foram pensadas para dar mais conforto à comunidade, já que o número de crianças matriculadas na Catequese cresceu significativamente e elas precisam de um espaço maior. 


     O oratório dedicado à padroeira está sendo projetado para ser mais um espaço de oração e meditação para a comunidade e ficará situado bem próximo ao acesso da Unidade Básica de Saúde do bairro. “Será, com certeza, conforto para os enfermos”, salienta o pároco.


     Nos dias de festa, a cozinha vai comercializar quitutes, após todas as celebrações. E nos dias 20 e 21 está marcado o bingo com prêmios doados pelos paroquianos. Para mais informações, acesse as redes sociais ou contate a secretaria paroquial pelo 3229-5315.


 


  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa
  • Diocede Ponta Grossa


Você pode se interessar também:
| Institutos Seculares se reúnem em Ponta Grossa   |   Diocese festeja a Mãe da Divina Graça   |   Igreja participa do desfile de aniversário PG   |   Diocese homenageia PG em seu aniversário   |  





Publicado em: 16/08/2022

Padroeira festejada por nove dias

Nossa Senhora do Monte Claro é celebrada dia 26

 

Agosto, além de ser um mês dedicado pelos católicos às vocações, na Paróquia Nossa Senhora do Monte Claro, na Colônia Dona Luiza, em Ponta Grossa, ele é ainda mais especial. Os fieis comemoram também o aniversário da paróquia – da 26 – e o aniversário sacerdotal do pároco, padre Gilberto de Andrade Torquato, que, em 2022, completou 17 anos como presbítero. Depois de dois anos sem grandes festejos, a paróquia organizou um mês inteiro, recheado de eventos e celebrações. 


     Ordenado no Dia do Padre, padre Gilberto, que cresceu no território da Paróquia Nossa Senhora do Monte Claro, no bairro do Botafogo, no Rio de Janeiro, se viu, há seis anos, voltando, de certa forma, ao lar. Como forma de gratidão, o pároco vem realizando inúmeras obras de evangelização. Neste ano, em especial, sentiu que precisava propagar mais a fé pela Virgem do Monte Claro. Em razão disso, ao invés do tradicional ‘tríduo da padroeira’, será celebrada a ‘novena da padroeira’. “Nove dias consecutivos de festa para trazer aos paroquianos o conhecimento da história, de quem é Nossa Senhora do Monte Claro. Sua origem, a linda história que cerca sua devoção. Fui observando que muitos desconhecem a real história de nossa padroeira e mãe dessa paróquia”, comenta o pároco.


     Serão nove dias ininterruptos de festejo, iniciando nesta quarta-feira (17) e findando no dia 26 – dia da padroeira e aniversário de nossa paróquia – com a missa solene. A cada celebração, a presença de sacerdotes que servem na Diocese de Ponta Grossa. Ao término das missas, será apresentado um pouco da história da Santa Negra Polonesa, a devoção de São João Paulo II, e a vinda do ícone até nossa matriz. “A história é belíssima e seu conteúdo de uma riqueza incalculável. Mas, não vou adiantar nada. Venham! Participem desses nove dias. Tenho certeza de que ao final ficarão encantados! ”, aconselha. Para este mês vocacional foram confeccionados itens com o ícone da padroeira. Dentre eles, a capelinha, que tem a pretensão de unir as famílias da comunidade em oração.


     Os objetos serão vendidos ao término das missas e na secretaria paroquial, durante a semana. Todo o valor das vendas será revertido para a construção do Centro Catequético Padre Vitoldo Dimitrowiscz, em homenagem ao primeiro sacerdote da comunidade, e para o oratório da Virgem do Monte Claro, que ficará no pátio da Matriz. “O preço das capelinhas é um valor simbólico e todos poderão adquirir mesmo nesses tempos difíceis que enfrentamos. A união de todos com certeza fará a diferença”, ressalta padre Gilberto. Ele ainda destaca que ambas as obras foram pensadas para dar mais conforto à comunidade, já que o número de crianças matriculadas na Catequese cresceu significativamente e elas precisam de um espaço maior. 


     O oratório dedicado à padroeira está sendo projetado para ser mais um espaço de oração e meditação para a comunidade e ficará situado bem próximo ao acesso da Unidade Básica de Saúde do bairro. “Será, com certeza, conforto para os enfermos”, salienta o pároco.


     Nos dias de festa, a cozinha vai comercializar quitutes, após todas as celebrações. E nos dias 20 e 21 está marcado o bingo com prêmios doados pelos paroquianos. Para mais informações, acesse as redes sociais ou contate a secretaria paroquial pelo 3229-5315.


 


Diocede Ponta Grossa
Paróquia festeja sua padroeira a partir desta quarta-feira   |   Pascom Paróquia Nossa Senhora do Monte Claro

Diocede Ponta Grossa
A rica história da padroeira será detalhada aos paroquianos   |   Pascom Paróquia Nossa Senhora do Monte Claro

Diocede Ponta Grossa
Padre Gilberto está há seis anos na paróquia   |   Pascom Paróquia Nossa Senhora do Monte Claro

Diocede Ponta Grossa
A capelinha com ícone: oração em família   |   Pascom Paróquia Nossa Senhora do Monte Claro


Navegue até a sua Paróquia